Correu pelas redes sociais ao longo do dia a foto do que seria o corpo já sem vida do prefeito de Itaperuçu (PR), Neneu José Artigas (PDT). Entre as diversas explicações, estava a de que ele teria sido assassinado dentro da própria casa na cidade da região metropolitana de Curitiba.

Mais tarde, porém, a prefeitura de Itaperuçu enviou nota afirmando que tudo não se passou de uma brincadeira do prefeito.

“Neneu estava fazendo um lanche em Rio Branco do Sul, quando um sachê de molho barbecue estourou em seu rosto. Como ele é brincalhão, não fez conta do ocorrido e se deixou fotografar na situação por muitos que estavam no local. Logo surgiram várias montagens sobre a foto inclusive em grupos de Whats App onde várias historias surgiram, dentre elas que ele estaria morto em sua casa etc. Não é a primeira vez que fazem isso com a imagem do prefeito. Tempos atrás, outra imagem registrava ele na casa de um amigo no litoral do Paraná porém já diziam estar casas de festas e boates.”

A dita brincadeira foi considerada de mau gosto por muitos internautas. (Noticias ao Minuto)


A Polícia Civil da Bahia anunciou, nesta segunda-feira (4), que bloqueios de celulares roubados ou furtados podem ser feitos pelas vítimas dos crimes em qualquer delegacia. A ação faz parte de nova medida implantada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) no dia 8 de março, com objetivo de combater os tipos de crime. Antes, os usuários só conseguiam bloquear celulares junto às operadoras, indicando o número do IMEI (International Mobile Equipment Identity, na sigla em inglês), espécie de RG desses aparelhos. Desde 8 de março, usuários de todo o país que tiveram os celulares roubados ou furtados já puderam entrar em contato com as operadoras para pedir o bloqueio informando apenas o número da linha.No caso do bloqueio na delegacia, o titular da linha só precisa ir até uma unidade policial, registrar a ocorrência e preencher um formulário solicitando o bloqueio. No caso de linhas habilitadas em nome de pessoas físicas, o titular deverá registrar a ocorrência de furto ou roubo em qualquer unidade policial e levar uma cópia do seu RG, CPF e comprovante de residência. No caso de telefones habilitados em contas de pessoas jurídicas, o responsável deverá apresentar o cartão do CNPJ e um documento que o habilite como representante legal. Nos dois casos, o número do IMEI do aparelho é dispensável.Desde dezembro do ano passado, a Polícia Civil da Bahia já realizava o bloqueio de aparelhos não vinculados a linhas telefônicas, ou seja, não habilitados, oriundos de roubos de cargas ou assaltos em lojas de varejo. Para o registro desse tipo de ocorrência, o autor da denúncia deve apresentar cópia do RG, CPF e comprovante de residência, um documento que o habilite como representante legal da empresa, cartão CNPJ e uma planilha com os números de IMEIs dos aparelhos roubados. *Informações do G1


O prefeito de Gandu, Ivo Sampaio Peixoto (PCdoB), justificou “motivos de saúde” para renunciar ao cargo. A saída foi oficializada na manhã desta segunda-feira (4), em comunicado protocolado na Câmara Municipal de Vereadores. No documento, Peixoto afirmou que vai esclarecer à população, nas próximas horas, “os sérios e progressivos problemas de saúde que venho enfrentando”. “Informo, outrossim, que, nas próximas horas, irei me reportar ao povo ganduense, esclarecendo os sérios e progressivos problemas de saúde que venho enfrentando, bem assim ratificar as razões que justificaram minha decisão, prestarei os devidos agradecimentos aos secretários, diretores e servidores públicos. Reafirmarei minha gratidão a essa terra”, disse o gestor na carta-renúncia. Em nota, a prefeitura de Gandu afirmou que a decisão foi tomada em comum acordo com o vice-prefeito, Djalma dos Santos Galvão (PT). Com a renúncia de Peixoto, é o vice quem assume a chefia do Executivo Municipal. A posse do novo prefeito deve acontecer em sessão extraordinária a ser marcada pela Câmara Municipal. O petista já se reuniu com o secretariado na tarde desta segunda para discutir os rumos do governo. *Informações do Bahia Notícias


O pescador Átila Jesus Santos afirma ter pescado na manhã deste domingo (03) no Rio Preguiça no município de Aiquara, um peixe pintado de 1 metro 20 centímetros de comprimento e pesando mais de 16kg.

Segundo ele informou ao GIRO, o peixe foi capturado com um arbalete, conhecido popularmente como ‘pistola’, utilizado na pesca de mergulho.

Átila pescava na companhia de dois amigos (Alex e Marquinho), com os quais irá dividir o ‘prêmio’. O morador do povoado de Palmeirinha não soube informar se existem outros peixes dessa espécie no Rio Preguiça. (Giro em Ipiaú)


A Petrobras deve anunciar nessa segunda-feira(4) a queda nos preços da gasolina e diesel. Os estudos feitos pela estatal estão prontos e baseiam-se nas quedas do consumo interno (9% em 2015 em comparação com 2014 e 11% em janeiro ante a janeiro do ano passado), do preço do barril de petróleo e do dólar nas últimas semanas. E, claro, ajuda a criar uma agenda positiva para o governo num momento de extrema dificuldade política e econômica. (OGlobo)


A menos de duas semanas da data estimada para a votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no plenário da Câmara, 261 deputados afirmaram ao Estado que votariam a favor da abertura do procedimento e 117 se posicionaram contra. Nove não quiseram se manifestar, 55 disseram estar indecisos ou preferiam esperar a orientação partidária e 71 integrantes de 15 siglas não foram localizados. Para a abertura do processo de impeachment na Câmara são necessários 2/3 do plenário: 342 votos. Para arquivar o processo o governo precisa do apoio de 171 deputados, entre votos a favor, faltas e abstenções. Entre os que querem o impeachment já se fala em estender a sessão, que deve ocorrer até o dia 15, se não houver recurso do governo, até o domingo. O objetivo é atrair mais atenção da população para uma batalha que os números mostram estar acirrada e ainda em aberto. Nos últimos quatro dias, o Estado provocou deputados individualmente para que, de maneira informal e com a opção de que os nomes poderiam ficar em sigilo, expusessem como se posicionariam se a votação fosse no dia da entrevista. *Informações do UOL