Apesar de perder o título da Copa do Nordeste, o Bahia ainda tem o que comemorar. As receitas angariadas por ter chegado à final da competição regional podem ajudar no pagamento das despesas do clube nesta temporada.

Só em ter disputado a decisão, o Tricolor já tinha assegurado mais de R$ 1 milhão. Com o vice-campeonato, o clube recebeu a premiação de R$ 400 mil e, no geral, embolsou cerca de R$ 1,7 milhão.

Já o Ceará, campeão do Nordeste, foi contemplado com R$ 1,5 milhão pela conquista do troféu. No total, os cearenses receberam mais de R$ 2,8 milhões em premiações.(Bocão News)


Finalmente, o torcedor do Ceará pode gritar: É Campeão do Nordeste! Nesta quarta-feira, o Vozão venceu por 2 a 1 o Bahia e conquistou o título inédito da Copa do Nordeste, no Castelão. O gosto foi de redenção, já que, em 2014, o Alvinegro deixou o troféu escapar para o Sport, no mesmo estádio.

Os heróis da partida foram os zagueiro Gilvan e Charles, com um gol em cada etapa, que garantiram a vitória alvinegra. A partida também foi de recorde. 63.903 pessoas lotaram o Castelão e fizeram o maior público do futebol brasileiro em 2015.

Antes mesmo do jogo, a torcida do Ceará já empurrava a equipe. No caminho do hotel para o Castelão, os alvinegros lotaram as ruas e demonstraram seu apoio ao jogadores. Por outro lado, a equipe do Bahia teve problemas para chegar no estádio. Os batedores do ônibus tricolor se confundiram no trajeto e só chegaram ao Castelão às 21h20.

Na chegada ao vestiário, o presidente do clube Marcelo Santanna afirmou que a equipe só entraria no gramado às 22h15. Promessa feita e cumprida. O Ceará entrou em campo no horário determinado e bateu bola no campo por 15 minutos enquanto esperava o time do Sérgio Soares. Por conta do atraso não houve execução do Hino Nacional.

Com a bola rolando, o Esquadrão ignorou o estádio e começou no ataque. Rômulo, que ganhou a vaga do lesionado Léo Gamalho, cobrou falta lateral direto para o gol e obrigou Luís Carlos a fazer ótima defesa aos dois minutos. Depois foi a vez de Ricardinho salvar o Ceará. Rômulo apareceu do lado esquerdo e colocou a bola na cabeça de Souza, que cabeceou no contra-pé do goleiro. A bola ia entrando, mas Ricardinho apareceu para limpar a área alvinegra.

E o chutão terminou em contra-ataque. Wescley arrancou em velocidade, a bola chegou em Assissinho, que virou para Magno Alves. O artilheiro finalizou de primeira, mas Jean defendeu em dois tempos. O Esquadrão continuava melhor. Fernandinho errou passe no meio-campo e Pittoni puxou contra-ataque. Kieza invadiu a área, passou pelo marcador e finalizou rente à trave esquerda de Luís Carlos. Tudo isso em menos de 15 minutos.

Com um início tão eletrizante, o placar não demoraria a ser aberto. A tarefa coube ao zagueiro Charles, que aproveitou cruzamento de Ricardinho, e, de cabeça, fez 1 a 0 para o Ceará, aos 15 minutos da primeira etapa. O Bahia, que já atacava desesperadamente, aumentou o ritmo. No entanto, a equipe do Ceará encaixou a marcação e o goleiro Luís Carlos não trabalhou mais. Souza e Maxi Biancucchi tentaram de longe, mas foram travados. Kieza chegou a balançar as redes, mas em posição de impedimento.

Na volta do intervalo, o Bahia estava mais ofensivo, com Zé Roberto no lugar de Rômulo. A pressão continuou imensa, mas novamente o Ceará quase marcou mais um gol. Assissinho cortou lançamento da defesa e Magno Alves ganhou de Pittoni no meio-campo. A bola chegou para Ricardinho, que finalizou na trave.

O castigo do Ceará para o Bahia foi novamente na bola aérea. Ricardinho, melhor do jogo, colocou a bola na cabeça de Gilvan, que deu linda cabeçada e ampliou a vantagem. O Bahia tentou, mas esbarrou no goleiro Luís Carlos. O Vozão também teve outras chances, com Marcos Aurélio e Magnata, mas os atacante desperdiçaram.

Aos 43 minutos, a insistência do Bahia deu resultado. Luís Carlos, em um momento de desatenção, errou a saída de bola, que se ofereceu a Maxi Biancucchi, que tocou por cima e diminuiu o placar.

Demorou, mas chegou. Italo Medeiros de Azevedo apitou fim de jogo aos 49 e o Ceará, campeão da Copa do Nordeste pela primeira vez, entrou em festa!


Por: Correio

O goleiro do Bahia, Jean, 19 anos, está na mira do gigante italiano Inter de Milão, segundo o site da ESPN . Uma das principais revelações do Bahia na temporada, o dono da camisa 1 tricolor começou a chamar atenção do mercado da bola após convocação para a seleção olímpica. Jean foi titular também da seleção sub-20, com o técnico Alexandre Gallo.

Desde a primeira partida da final da Copa do Nordeste, no entanto, o goleiro vem sendo questionado após a falha na derrota de 1 a 0 do Bahia para o Ceará. Ele estará em campo quarta-feira (29), às 22h, na Arena Castelão, em Fortaleza, para a partida decisiva da Copa do Nordeste.O jogador é filho do ex-goleiro e ídolo do Bahia, Jean. Para assegurar a titularidade no Bahia, Jean superou atletas mais experientes como Omar, que esteve próximo do Fluminense no ano passado, e Douglas Pires, revelado no Cruzeiro.


Chegou a hora! Quando a bola rolar, logo mais, nesta quarta-feira (29), às 22 horas, na Arena Castelão, Ceará e Bahia entram em campo para decidir o título da Copa do Nordeste. Lembra-se ainda que o campeão tem vaga garantida na Sul-Americana deste ano. Aos donos da casa, a vantagem do empate, após a vitória em Salvador, por 1 a 0. Vitória dos visitantes pelo mesmo placar leva o duelo para os pênaltis. Qualquer outro resultado positivo em favor do Bahia dá o título ao time tricolor. A sorte está lançada.

O Alvinegro de Porangabuçu vem firme após o sucesso em solo baiano. Mesmo com a vantagem do empate, entretanto, Silas Pereira garante que irá para cima. No entanto, mesmo com as arquibancadas em favor do Ceará (são esperadas mais de 60 mil pessoas no Castelão), o Vovô sabe que não terá vida fácil. Vindo de derrota no primeiro jogo da final do Cearense, contra o Fortaleza, Silas Pereira não terá o atacante Marinho, suspenso em Salvador. Wescley e Marcos Aurélio são os mais cotados para assumir a titularidade. William e Sandro, também desfalques, seguem no Departamento Médico alvinegro.

O bom desempenho do Bahia na temporada foi desafiado justo quando o clube está embrenhado nas finas da Copa do Nordeste e no Campeonato Baiano. A invencibilidade de 16 jogos caiu com o revés em casa para o Ceará, e a situação ficou ainda pior com a derrota por 3 a 0 para o Vitória da Conquista, no último domingo. Embora precise reverter os dois resultados para fechar o primeiro semestre com chave de ouro, o clima no Tricolor é de total confiança na conquista das taças.

O trio de arbitragem para a final do Nordestão é potiguar. Italo Medeiros de Azevedo será o árbitro principal da partida. Ele será auxiliado por Lorival Cândido das Flores e Luís Carlos Câmara Bezerra, a bola rola a partir dàs 22 horas.


O campeão do UFC Jon Jones se entregou à polícia de Albuquerque, cidade do estado do Novo México, nas primeiras horas desta terça-feira (28). O lutador, que não era encontrado desde o domingo pela manhã, está sob custodia e tem a fiança estipulada em US$ 2.500, cerca de R$7.300 na cotação atual. O valor para o atleta ser liberado só poderá ser pago em dinheiro. Jon Jones se envolveu em um acidente de trânsito com três carros no último domingo e fugiu do local sem prestar socorro. A vítima era uma mulher de 20 anos que está grávida. Para complicar a situação do lutador, a polícia encontrou vestígios de maconha e um cachimbo para consumir a droga no carro dirigido pelo campeão do UFC. “Bones”, como é conhecido, deverá ser indiciado por crime doloso de transito e por não prestar socorro a vítima. Caso seja condenado, Jones pode pegar até três anos de detenção. (Terra)


O surfista Chris Blowes, de 26 anos, se encontra em estado crítico após sofrer o ataque de um tubarão branco de seis metros no sul da Austrália. O acidente ocorreu na manhã do último sábado, quando ele surfava a 350 metros da praia, no pico conhecido como “Right Point”, em Fishery Bay, a cerca de 40 quilômetros ao sul de Port Lincoln. Depois de ser encaminhado para o Port Lincoln Hospital, o australiano foi transferido de helicóptero para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Royal Adelaide Hospital, em Adelaide, cidade com mais recursos para atender o jovem em estado grave. De acordo com as autoridades locais, Blowes precisou ser reanimado na ambulância.
Blowes estava na água com outros 12 surfistas quando foi atacado pelo enorme tubarão, descrito pelas testemunhas como “monstro gigante”. De acordo com a mídia local, ele teria sofrido algumas mordidas antes de o animal ter arrancado uma parte de sua perna (da coxa para baixo). Após ser resgatado, alguns surfistas e amigos do australiano fizeram um torniquete na tentativa de estancar o sangramento.

– O tubarão veio, arrancou a perna dele e os caras o ajudaram, levando-o até o penhasco – disse Glenn Lugg, que surfa há 25 anos no pico e assistiu ao ataque da areia, em uma entrevista ao jornal “Adelaide Now” – Eu estava ali só olhando o tubarão se afastando em direção ao oceano com a prancha. Obviamente, o tubarão ainda estava com a perna dele e nadando em círculos. Havia sangue por todo o lado – completou a testemunha.

Após o incidente, a polícia local espalhou cartazes pela praia avisando sobre o risco de novos ataques na região. De acordo com as autoridades, o acidente teria acontecido em um dia de condições perigosas, em que não era possível observar o fundo do mar e detectar a presença de tubarões. Muitas vezes, os ataques acontecem porque os humanos são confundidos com focas, tartarugas ou golfinhos. Há 10 anos, um outro surfista, Jake Heron, foi atacado por um tubarão branco de quatro metros em Fishery Bay. Ele lutou com o animal e conseguiu escapar depois de acertar alguns chutes, levando 20 pontos no braço e outros 40 na coxa.
Pescadores locais afirmam que o número de tubarões vistos na área aumentou recentemente.
– Muitos tubarões têm sido vistos recentemente nas localidades próximas à costa de Fishery Bay, bem na esquina. E os que viram disseram que eles estão mais agressivos atualmente – disse Jonas Woolford, presidente da associação de pescadores da região, à “ABC”. (Globo Esporte)


Bocão News:

Continuando a ‘zoação’ que teve início na noite de quarta-feira (22), quando Jean engoliu um frango na Fonte Nova, os torcedores rivais do Bahia voltaram tirar onda com o Bahia nas redes sociais após a goleada sofrida pelo Esquadrão diante do Conquista, em partida válida pela final do Campeonato Baiano.

Sem esquecer o apelido de ‘Sardinha’, os agora adeptos do Bode colocaram a criatividade para trabalhar, confira os memes:

Bahia_perde_para_vitoria_da_conquista

Bahia_perde_para_vitoria_da_conquista