Gostaríamos de informar a toda comunidade Itacareense, que o atleta Iago Silva lidera o ranking do circuito brasileiro de surf, e após a 2ª Etapa do ocorrida entre os últimos dias 17 e 19 de Abril no estado do Pará, o atleta multicampeão Baiano conquistou uma das vagas na categoria OPEN para representar o Brasil no Circuito Mundial de Surf da ISA World Surfing Games, em Nicarágua na América Central entre os dias 31 de maio a 07 de Junho.

Iago, apesar de um currículo de títulos invejável, ainda sofre com a falta de apoio e patrocínio para poder participar das competições.E mais uma vez, pede a ajuda de todo comercio local para poder participar de mais evento.

Lembrando que existe no Brasil a Lei de Incentivo ao Esporte, que na qual 100% do valor investido no esporte é deduzido do imposto de renda ou seja todo fundo investido no surf de Itacaré assim como em outros esportes da cidade é descontado no valor recebido pelo governo no imposto de renda das empresas, mais mesmo assim, pouquíssimas dão apoio ao esporte do município, que vem representando e mostrando o nome de Itacaré na maioria das vezes no lugar mais alto do pódio em todos cantos do planeta.


Com direito a chocolate, o Bahia reverteu a vantagem do Vitória da Conquista e levou o campeonato baiano ao vencer o bode por 6 a 0, na tarde deste domingo (3), em Salvador, com dois gols de Souza, dois de Kieza, um de Bruno Paulista e um de Robson.

Quase 21 mil pagantes acompanharam a final do Baianão na Arena. O Bahia começou avassalador e conseguiu fazer, no primeiro tempo, o placar que precisava e tirar a vantagem do adversário. O tricolor abriu o placar logo aos 10 minutos. Aos 13, Bruno Paulista ampliou para os donos da casa. Em um contra-ataque, o Esquadrão de Aço fez mais um, dessa vez com Kieza aos 22.

Na volta do intervalo, o Vitória da Conquista até tentou uma reação, mas o Bahia abre ainda mais o placar com dois gols de pênalti marcados por souza. Aos 39 da segunda etapa, Kieza marcou mais um.

O Vitória da Conquista saiu do gramado aplaudido pela torcida do tricolor, em reconhecimento pela bela campanha do rival, que chegou a final do campeonato invicto. com a vitória, o Bahia comemora o 46º estadual. (R7)


O brasileiro Ângelo Assunção, 18, foi a surpresa brasileira do sábado (02) no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, e conquistou medalha de ouro no salto em etapa da Copa do Mundo de ginástica artística. Último a apresentar sua série, ele recebeu 15,025 e garantiu o topo do pódio. Diego Hypolito, com 14.837, ficou com o bronze.

Assunção tem sido tratado como um dos principais prospectos da ginástica masculina no Brasil, mas nunca havia obtido uma medalha de ouro na Copa do Mundo. Além disso, ele havia obtido apenas a quarta maior nota na prova eliminatória da etapa da Copa do Mundo.

“É uma emoção muito grande. Não tenho palavras para descrever. Essa medalha significa muito para mim e para o meu técnico”, disse Assunção após a conquista. “Deu um pouco de aflição porque eu vi que o alemão tinha ido bem. Não quis pensar muito em resultado, e acho que deu certo”, completou.

Hypolito, sexto na prova classificatória, foi o primeiro a saltar na final. Apoiado pela torcida, ele teve 14.775 e 14.900, notas que renderam média de 14.837.

O que torna mais relevante a marca do ginasta é que ele disputou a prova final acometido por fortes dores nas costas. Ele chegou a cogitar não participar do aparelho para dar prioridade ao solo.

“Fico feliz pelo caçulinha da seleção”, afirmou Hypolito em alusão a Assunção. “Eu ainda senti bastante dor na coluna, mas nada que atrapalhasse. Estou muito feliz por ganhar minha 58ª medalha em Copas do Mundo”, adicionou.

O primeiro a superar Hypolito foi o alemão Mathias Fahrig, que somou 14.850 e ficou com a medalha de prata no aparelho.

E se a surpresa no salto masculino foi positiva, no feminino aconteceu o inverso. Rebeca Andrade, que havia obtido a maior nota da eliminatória e chegou à final como favorita, recebeu 14.700 e ficou com a prata. A medalha de ouro foi conquistada pela chinesa Yalan Deng (14.962), e a chilena Francesca Santi ficou com o terceiro posto no pódio (14.162).

A prova ainda teve Letícia Costa como representante do Brasil. Ela acabou o aparelho na quarta posição.

Nas paralelas, Francisco Barreto conseguiu 15.300 e ficou com um bronze. O chinês Xiadong Zhu (15.750) e o alemão Lukas Dauser (15.525) ficaram com os lugares mais altos do pódio no aparelho.

O Brasil ainda tinha uma chance de medalha nas barras assimétricas, mas Rebeca Andrade sofreu uma queda e ficou longe do pódio. O ouro no aparelho ficou com a chinesa Chonsong Shang, que teve 15.025 como nota.

Terminado o primeiro dia da etapa da Copa do Mundo, o Brasil somou quatro medalhas (um ouro, uma prata e dois bronzes). A China, com três ouros e uma prata, é a primeira colocada da disputa. (UOL)


Centenas de desportistas santa-cruzenses tiveram um feriado diferente. O Dia do Trabalhador em Itacaré foi marcado por um torneio de futebol promovido pela Prefeitura Municipal de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Esporte, Cultura e Lazer. A competição foi realizada durante todo o dia desta sexta-feira (1º) no Campo da Passagem. O evento reuniu centenas de pessoas e movimentou a localidade.

O time da Ponte Preta foi a grande campeã do torneio e de quebra levou para sua galeria um troféu, R$: 500,00 reais, 15 caixas de cervejas e todos jogadores receberam medalhas,  já o time do Humaitá que ficou em segundo lugar recebeu um troféu, R$: 300,00 e 10 caixas de cervejas.

torneio_do_dia_do_trabalho_itacare018
A Ponte Preta foi a grande campeã

 

torneio_do_dia_do_trabalho_itacare112
Capitão da Equipe do Humaitá recebendo o troféu e o prêmio de segundo lugar

torneio_do_dia_do_trabalho_itacare121

 

torneio_do_dia_do_trabalho_itacare144
Jovens destaques da equipe da Ponte Preta

torneio_do_dia_do_trabalho_itacare179

 

torneio_do_dia_do_trabalho_itacare168
Os organizadores e realizadores do torneio
torneio_do_dia_do_trabalho_itacare148
Grilo, um dos destaques do torneio na lateral direita

Apesar de perder o título da Copa do Nordeste, o Bahia ainda tem o que comemorar. As receitas angariadas por ter chegado à final da competição regional podem ajudar no pagamento das despesas do clube nesta temporada.

Só em ter disputado a decisão, o Tricolor já tinha assegurado mais de R$ 1 milhão. Com o vice-campeonato, o clube recebeu a premiação de R$ 400 mil e, no geral, embolsou cerca de R$ 1,7 milhão.

Já o Ceará, campeão do Nordeste, foi contemplado com R$ 1,5 milhão pela conquista do troféu. No total, os cearenses receberam mais de R$ 2,8 milhões em premiações.(Bocão News)


Finalmente, o torcedor do Ceará pode gritar: É Campeão do Nordeste! Nesta quarta-feira, o Vozão venceu por 2 a 1 o Bahia e conquistou o título inédito da Copa do Nordeste, no Castelão. O gosto foi de redenção, já que, em 2014, o Alvinegro deixou o troféu escapar para o Sport, no mesmo estádio.

Os heróis da partida foram os zagueiro Gilvan e Charles, com um gol em cada etapa, que garantiram a vitória alvinegra. A partida também foi de recorde. 63.903 pessoas lotaram o Castelão e fizeram o maior público do futebol brasileiro em 2015.

Antes mesmo do jogo, a torcida do Ceará já empurrava a equipe. No caminho do hotel para o Castelão, os alvinegros lotaram as ruas e demonstraram seu apoio ao jogadores. Por outro lado, a equipe do Bahia teve problemas para chegar no estádio. Os batedores do ônibus tricolor se confundiram no trajeto e só chegaram ao Castelão às 21h20.

Na chegada ao vestiário, o presidente do clube Marcelo Santanna afirmou que a equipe só entraria no gramado às 22h15. Promessa feita e cumprida. O Ceará entrou em campo no horário determinado e bateu bola no campo por 15 minutos enquanto esperava o time do Sérgio Soares. Por conta do atraso não houve execução do Hino Nacional.

Com a bola rolando, o Esquadrão ignorou o estádio e começou no ataque. Rômulo, que ganhou a vaga do lesionado Léo Gamalho, cobrou falta lateral direto para o gol e obrigou Luís Carlos a fazer ótima defesa aos dois minutos. Depois foi a vez de Ricardinho salvar o Ceará. Rômulo apareceu do lado esquerdo e colocou a bola na cabeça de Souza, que cabeceou no contra-pé do goleiro. A bola ia entrando, mas Ricardinho apareceu para limpar a área alvinegra.

E o chutão terminou em contra-ataque. Wescley arrancou em velocidade, a bola chegou em Assissinho, que virou para Magno Alves. O artilheiro finalizou de primeira, mas Jean defendeu em dois tempos. O Esquadrão continuava melhor. Fernandinho errou passe no meio-campo e Pittoni puxou contra-ataque. Kieza invadiu a área, passou pelo marcador e finalizou rente à trave esquerda de Luís Carlos. Tudo isso em menos de 15 minutos.

Com um início tão eletrizante, o placar não demoraria a ser aberto. A tarefa coube ao zagueiro Charles, que aproveitou cruzamento de Ricardinho, e, de cabeça, fez 1 a 0 para o Ceará, aos 15 minutos da primeira etapa. O Bahia, que já atacava desesperadamente, aumentou o ritmo. No entanto, a equipe do Ceará encaixou a marcação e o goleiro Luís Carlos não trabalhou mais. Souza e Maxi Biancucchi tentaram de longe, mas foram travados. Kieza chegou a balançar as redes, mas em posição de impedimento.

Na volta do intervalo, o Bahia estava mais ofensivo, com Zé Roberto no lugar de Rômulo. A pressão continuou imensa, mas novamente o Ceará quase marcou mais um gol. Assissinho cortou lançamento da defesa e Magno Alves ganhou de Pittoni no meio-campo. A bola chegou para Ricardinho, que finalizou na trave.

O castigo do Ceará para o Bahia foi novamente na bola aérea. Ricardinho, melhor do jogo, colocou a bola na cabeça de Gilvan, que deu linda cabeçada e ampliou a vantagem. O Bahia tentou, mas esbarrou no goleiro Luís Carlos. O Vozão também teve outras chances, com Marcos Aurélio e Magnata, mas os atacante desperdiçaram.

Aos 43 minutos, a insistência do Bahia deu resultado. Luís Carlos, em um momento de desatenção, errou a saída de bola, que se ofereceu a Maxi Biancucchi, que tocou por cima e diminuiu o placar.

Demorou, mas chegou. Italo Medeiros de Azevedo apitou fim de jogo aos 49 e o Ceará, campeão da Copa do Nordeste pela primeira vez, entrou em festa!


Por: Correio

O goleiro do Bahia, Jean, 19 anos, está na mira do gigante italiano Inter de Milão, segundo o site da ESPN . Uma das principais revelações do Bahia na temporada, o dono da camisa 1 tricolor começou a chamar atenção do mercado da bola após convocação para a seleção olímpica. Jean foi titular também da seleção sub-20, com o técnico Alexandre Gallo.

Desde a primeira partida da final da Copa do Nordeste, no entanto, o goleiro vem sendo questionado após a falha na derrota de 1 a 0 do Bahia para o Ceará. Ele estará em campo quarta-feira (29), às 22h, na Arena Castelão, em Fortaleza, para a partida decisiva da Copa do Nordeste.O jogador é filho do ex-goleiro e ídolo do Bahia, Jean. Para assegurar a titularidade no Bahia, Jean superou atletas mais experientes como Omar, que esteve próximo do Fluminense no ano passado, e Douglas Pires, revelado no Cruzeiro.