Campeã por equipe do Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, realizado no período de 31 de agosto a 03 de setembro no Parque Náutico do Iguaçu, em Curitiba, Paraná, a delegação da Associação de Canoage m de Itacaré foi recebida com festa na manhã desta terça-feira pelos pais, patrocinadores e a comunidade itacareenses. Exibindo o troféu de campeão e as muitas melhas conquistadas na competição, os atletas e a comissão técnica desfilou em carro aberto pelas principais ruas de Itacaré. Por onde passava a equipe era recebida com aplausos, sorriso e gestos de orgulho pela conquista desse importante título para a cidade.

No total foram 72 medalhas conquistadas pela equipe de Itacaré, sendo 22 de ouro, 23 de prata e 27 de bronze, somando 976 pontos, mais de 200 à frente do segundo colocado, Na segunda colocação ficou a Associação Cacaueira de Canoagem (ACC) que garantiu a prata com 762 pontos. A Associação Caxiense de Esportes Náuticos (ACEN) ficou em terceiro lugar com 657 pontos. A equipe de Itacaré mostrou o favoritismo e foi o grande destaque da competição. Para as mães a conquista desse resultado foi motivo de orgulho e a certeza de que a equipe está realizando um grande sonho e servirá de incentivo para muitas outras crianças, adolescentes e jovens.

A participação da delegação de Itacaré no Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade contou com o apoio da Prefeitura Municipal e de comerciantes locais que acreditaram nos atletas e no grande resultado que o esporte pode trazer para as novas e futuras gerações. O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, parabenizou o trabalho que vem sendo desenvolvido pela ACI e solicitou o apoio da associação para a implantação do projeto também no distrito de Taboquinhas. Antônio de Anízio destacou o grande potencial dos atletas de Itacaré, que já são campeões brasileiros em diversas modalidades e adiantou que vários outros talentos serão descobertos e aprimorados com a implantação do Centro de Canoagem de Itacaré, uma parceria do Governo do Estado com a Prefeitura.

O prefeito ressaltou que assim como na canoagem, que o município já se tornou uma referência nacional, Itacaré tem sido um centro de grandes talentos nas mais diversas modalidades esportivas e a tendência é que haja um aumento ainda maior desses atletas com os eventos realizados na cidade e os incentivos para garantir a participação nas competições em outros municípios e estados brasileiros.

Mais de 470 atletas movimentaram as águas do Parque Náutico Iguaçu, em Curitiba, competindo no Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem 2017. O evento contou com provas de 1000m, 500m e 200m nas categorias Infantil, Menor, Cadete, Junior, Sênior, Master, além da Paracanoagem. De Itacaré participaram da competição cerca de 30 atletas em diversas categorias, sendo apontados como revelação. Durante toda a competição 122 campeões brasileiros foram definidos em mais de 300 provas disputadas. O evento também foi um sucesso de participação contando com 475 atletas com idades entre 09 e 62 anos de idade representando 41 associações de todo o Brasil.


A atleta Marta Ferreira da Associação de Canoagem de Itacaré (ACI), depois de 2 anos sem participar de competições, por conta de lesões no ombro, marcou a sua volta faturando uma medalha de bronze no Campeonato Brasileiro de Paracanoagem, realizado entre os dias 31 de agosto e 03 de setembro no Parque Náutico Iguaçu, em Curitiba-PR. Nas redes sociais ela comemorou a volta e dedicou a medalha à sua conterrânea, professora Conça Barbosa, que faleceu no último sábado em Ipiaú. “Depois de 2 anos sem poder treinar e nem competir por conta de lesões no ombro, retornei ao Campeonato Brasileiro e conquistei com muita força e incentivo do meu treinador, colegas da canoagem, família e amigos a terceira colocação. Estou muito feliz e agradecida. Mesmo com o tendão do ombro rompido e psicológico abalado com a perda da minha grande amiga um dia antes da competição consegui mais essa vitória. Dedico essa medalha à Conça Barbosa”, escreveu Martinha em seu perfil nas redes sociais. A lesão no ombro tirou o sonho de Marta participar no ano passado das Paraolimpíadas no Rio de Janeiro. Martinha é Bi Campeã Mundial, Tetra Sul Americana, Bi Panamericana, 10 vezes campeã brasileira e 11 vezes baiana. (Giro Ipiaú)


Canoístas Itacareense foram os papa-medalhas do Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem 2017 em Curitiba. A Competição reuniu mais de 440 atletas de mais de 40 associações de todo o pais.

Com 976 pontos, mais de 200 à frente do segundo colocado, a Associação de Canoagem de Itacaré (ACI) foi a grande vencedora por equipe do Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, realizado no período de 31 de agosto a 03 de setembro no Parque Náutico do Iguaçu, em Curitiba, Paraná. Na segunda colocação ficou a Associação Cacaueira de Canoagem (ACC) que garantiu a prata com 762 pontos. A Associação Caxiense de Esportes Náuticos (ACEN) ficou em terceiro lugar com 657 pontos. A equipe de Itacaré mostrou o favoritismo e foi o grande destaque da competição.

Mais de 470 atletas movimentaram as águas do Parque Náutico Iguaçu, em Curitiba, competindo no Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem 2017. O evento contou com provas de 1000m, 500m e 200m nas categorias Infantil, Menor, Cadete, Junior, Sênior, Master, além da Paracanoagem. De Itacaré participaram da competição cerca de 30 atletas em diversas categorias, sendo apontados como revelação. Durante toda a competição 122 campeões brasileiros foram definidos em mais de 300 provas disputadas. O evento também foi um sucesso de participação contando com 475 atletas com idades entre 09 e 62 anos de idade representando 41 associações de todo o Brasil.

A participação da delegação de Itacaré no Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade contou com o apoio da Prefeitura Municipal e de comerciantes locais que acreditaram nos atletas e no grande resultado que o esporte pode trazer para as novas e futuras gerações. O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, parabenizou o trabalho que vem sendo desenvolvido pela ACI e solicitou o apoio da associação para a implantação do projeto também no distrito de Taboquinhas. Antônio de Anízio destacou o grande potencial dos atletas de Itacaré, que já são campeões brasileiros em diversas modalidades e adiantou que vários outros talentos serão descobertos e aprimorados com a implantação do Centro de Canoagem de Itacaré, uma parceria do Governo do Estado com a Prefeitura.

O prefeito ressaltou que assim como na canoagem, que o município já se tornou uma referência nacional, Itacaré tem sido um centro de grandes talentos nas mais diversas modalidades esportivas e a tendência é que haja um aumento ainda maior desses atletas com os eventos realizados na cidade e os incentivos para garantir a participação nas competições em outros municípios e estados brasileiros. (Secom/Itacaré)


O atleta Itacareense David Leão, embarcou na madrugada desta segunda-feira (27), para cidade de Copenhague na Dinamarca onde disputará o campeonato mundial de Stand Up Paddle e Paddleboard. David se junta a outros atletas convocados, que representarão o país no evento promovido pela ISA World Stand Up Paddle and Paddleboard Championship, e que acontecerão entre os dias 01 e 10 de setembro.

David Leão vem ganhado respeito no esporte, e com apenas 16 anos de idade já compete de igual para igual nos profissionais com atletas com dobro de sua Idade, hoje é considerado um fenômeno do esporte, quinto melhor atleta do ranking Brasileiro. Emsua página oficial em uma rede social, o atleta postou;

“Hora de embarcar na realidade, ontem eu sonhava hoje eu vivo esse sonho, embarco agora para Dinamarca, mundial @isasurfing. Quero mais uma fez agradecer de coração a Deus em primeiro lugar aos meu pais e a todos envolvidos, fiquem ligados, à semana promete em Copenhague”!!


Domingo, de fato não foi um bom dia para o Brasil no Mundial de Canoagem e Paracanoagem, em Racice, na República Tcheca. Depois de conquistar o bronze no C1 1000m no sábado, com o canoísta Isaquias Queiroz. O Brasil começou abriu o dia, com o quarto lugar da dupla Isaquias Queiroz e Erlon Souza no C2 1000m.

Logo depois a Itacareense Valdenice Conceição largou mal nos C1 200m e ficou na sexta posição.Em seguida o Itacareense Maico dos Santos ao lado de Erlon Souza entrou na raia de Racice como a esperança do Brasil no C2 200m, mas a dupla também falhou na largada e acabou na oitava colocação. O Itacareense Maico de apenas 22 anos, aliás, é uma joia que será trabalhada. Foi apenas seu primeiro Mundial adulto.

Valdenice aprovou o seu desempenho em Racice, apesar de não ter sido seu melhor Mundial – ela foi bronze no mundial de Moscou na Rússia em 2014. O ouro foi para a canadense Laurence Vincent-Lapointe. A russa Olesia Romasenko ficou com a prata, e a húngara Kincso Takacs completou o pódio.Netica, como também é conhecida pelos colegas, tem também em seu currículo um bronze no Pan de Toronto no currículo. E recentemente disputou uma prova e entrou para o programa olímpico e vai estar nos Jogos de Tóquio 2020.

– O erro nos 200m é fatal. Se você erra na largada, consegue buscar alguns adversários, mas não quem está muito na frente. Foi mais de concentração e ansiedade. Acelerei a largada. Dei meu máximo e estou contente. Eu acho que é um começo bom de ciclo, vou trabalhar o que puder consertar para ano que vem subir ao pódio – disse Valdenice.

Erlon e Maico, dupla que foi formada neste ano, tinha a expectativa de brigar pelo pódio. Assim como Valdenice, a falha na largada acabou com as chances dos brasileiros, que acabaram na oitava posição. O título foi para os russos Alexander Kovalenko e Ivan Shtyl, que foram seguidos pelos poloneses Arsen Sliwinski e Michal Lubniewski e pelos húngaros Jonatán Hajdu e Adam Fekete.