Equipes de oito bairros de Itacaré estarão participando do Campeonato de Futebol de Areia, com partidas sempre aos sábados, a partir 14 horas, na Praia da Coroinha, orla da cidade. A abertura da competição será do dia 07 de abril, contando com a participação de todas as equipes. O campeonato terá duração de dois meses e meio e o primeiro colocado receberá o prêmio de quatro mil reais, o segundo dois mil reais e o terceiro será premiado com mil reais. A realização é da Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Cultura, Sudeb e Liga Itacareense de Futebol.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, destaca a importância do campeonato não somente como forma de promover mais opções de lazer e entretenimento, mas também como forma de incentivar cada vez mais o esporte. Ele também ressaltou que Itacaré tem se destacado cada vez mais no esporte, com atletas de várias modalidades e de diferentes faixas etárias, e o campeonato servirá para revelar novos talentos, além de promover a integração entre os desportistas de diversos bairros de Itacaré.

O secretário de Juventude, Esporte e Cultura, Diego Augusto, complementou que esse será um campeonato da integração e da participação não somente dos atletas, como também da comunidade, que pode acompanhar os jogos todos os sábados. O presidente da Liga Itacareense de Futebol, Cléber Miranda, também fala da importância do campeonato e da valorização dos atletas locais, já que a competição vai reunir equipes de todos os bairros da cidade, num momento de união e de confraternização. Sem contar que daí poderão ser revelados grandes craques do futebol.


Atletas das cidades de Porto Seguro, Vitória da Conquista, Itabuna, Itacaré e Ilhéus participaram no último sábado, em Itacaré, do I Torneio de Beach Rugby ou Rugby de Areia, considerado como um dos esportes que mais cresce no Brasil atualmente e no mundo. O evento foi uma iniciativa do professor de educação física Alejandro Elias mais conhecido como Turco, praticante da modalidade, com o apoio da Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Juventude, Esporte e Cultura.

O torneio foi realizado no final da tarde de sábado na Praia da Coroinha, orla da cidade, e atraiu a atenção de praticantes do esporte e curiosos para conhecer a modalidade. O objetivo do evento, segundo explicou o secretário de Juventude, Esporte e Cultura, Diego Augusto, foi incentivar a prática esportiva na cidade e revelar novos talentos. E o público compareceu à orla para prestigiar o evento. E muitos mesmo sem conhecer à fundo às regras logo organizaram torcidas e destacaram o bom desempenho dos atletas.

A expectativa é que após o evento venham a surgir novos times e grupos de praticantes dessa modalidade em Itacaré. De acordo com o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, o município vem se destacando a cada dia com grandes talentos no esporte e ao incentivar mais essas novas modalidades abre oportunidade para que possam ser revelados cada vez mais grandes nomes também no Beach Rugby. O esporte vem crescendo tanto que as seleções masculinas e femininas do Brasil estão competindo a nível internacional.

O Beach Rugby ou rúgbi de praia, é uma variação do râguebi com várias ligas pela Europa, popular principalmente na Itália. Com 30-50 metros de comprimento por 20-25 metros de largura, alguns torneios são disputados nas mesmas arenas do futebol de praia, fazendo com que se usem as dimensões de campo do desporto/esporte (entre 35-37m de comprimento, por 26-28m de largura).

O número de jogadores depende da organização do torneio, podendo ser entre 5 e 7 jogadores por time mais entre 3 e 7 reservas. Ao contrário do rugby padrão no rugby de praia não existem os postes de gol, portanto apenas o try é marcado, sendo que cada tryvale 1 ponto. Dependendo do torneio são usados 2 tempos de 5 ou 7 minutos.


Itacaré irá sediar neste final de semana o I Torneio de Beach Rugby ou Rugby de Areia, um dos esportes que mais cresce no Brasil atualmente e no mundo. O evento acontecerá no sábado, dia 17, às 16 horas, na Praia da Coroinha, orla da cidade, e vai reunir clubes participantes de cidades como Porto Seguro, Vitória da Conquista e Ilhéus. O evento conta com o apoio da Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Juventude, Esporte e Cultura.

A finalidade do evento, segundo explicou o secretário de Juventude, Esporte e Cultura, Diego Augusto, é incentivar a prática esportiva na cidade e revelar aqui novos talentos. “E para isso convidamos toda a comunidade para assistir ao torneio e conhecer mais sobre o esporte”, complementou. O Beach Rugby vem crescendo tanto que as seleções masculinas e femininas do Brasil estão competindo a nível internacional.

O Beach Rugby ou rúgbi de praia, é uma variação do râguebi com várias ligas pela Europa, popular principalmente na Itália. Com 30-50 metros de comprimento por 20-25 metros de largura, alguns torneios são disputados nas mesmas arenas do futebol de praia, fazendo com que se usem as dimensões de campo do desporto/esporte (entre 35-37m de comprimento, por 26-28m de largura).

O número de jogadores depende da organização do torneio, podendo ser entre 5 e 7 jogadores por time mais entre 3 e 7 reservas. Ao contrário do rugby padrão no rugby de praia não existem os postes de gol, portanto apenas o try é marcado, sendo que cada tryvale 1 ponto. Dependendo do torneio são usados 2 tempos de 5 ou 7 minutos.


O atacante Itacaré deve ser o substituto de Luizão na partida desta quarta-feira, contra o América-PE, às 20h, no estádio Lacerdão. Machucado, o camisa 9 titular vai desfalcar a Patativa no duelo válido pelas quartas de final do Campeonato Pernambucano. Mas, Itacaré afirma que a vai fazer possível para retribuir a chance e dar alegria a torcida.

– É um grande prazer falar sobre essa oportunidade. Venho trabalhando desde o começo por isso, mas o time encaixou e não tive como jogar, já que o professor tinha outras opções. Espero fazer jus e levar a equipe a vitória.

Primeira vez como titular, Itacaré ainda não marcou gols e entrou no segundo tempo contra Náutico, Flamengo de Arcoverde, Belo Jardim e Vitória-PE.

– Não joguei contra o América, queria ter entrado, mas saí feliz pela vitória. O grupo está fechado, tranquilo, e vai ser uma boa partida para todos nós. Todo jogo é difícil, mas vamos tentar simplificar dentro de campo – finaliza o atacante. Fonte: Globo Esporte.com


A equipe da JM Jiu-Jitsu, de Itacaré, foi um dos destaques da primeira etapa do Campeonato Baiano de Jiu-Jitsu, realizada neste domingo, dia 11, na quadra do Colégio CISO, em Itabuna. Sob a orientação do professor Jadson Machado e com o apoio da Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Juventude, Esporte e Cultura, a equipe JM participou com 10 atletas, conquistando 10 medalhas.

O evento, considerado o mais importante da modalidade no estado da Bahia, contou com a presença de cerca de 300 atletas das mais diversas cidades baianas, em todas as categorias de idade e peso, masculino e feminino. A realização foi da Federação Baiana de Jiu-Jitsu (FBJJO). De Itacaré participaram os atletas Jadson Machado, Marcus Vinicius, Junilson Assunção, Marilúcia Quaresma, Murilo Alvez, Kaio Miller, Diogo Soledade, Mariel, Marcelo Alves e Cleiton Rodrigues.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, destacou que o município vem se tornando um celeiro de grandes atletas, nas mais diversas modalidades e vem se destacando nas mais diversas competições em que participam, tanto a nível estadual, como nacional e internacional. E o Jiu-Jitsu, segundo ele, é um dos exemplos desse potencial do esporte. O grupo da JM Jiu-Jitsu não já segue em busca de novos resultados, focado nos treinos para disputar o Campeonato Brasileiro que acontecerá em maio na cidade de São Paulo.


Com uma nova performance arrasadora, a brasileira nocauteou Yana Kunistakaya aos 3m25seg do primeiro round da luta principal do UFC 222, no sábado, em Las Vegas, e manteve o cinturão com a quinta vitória dentro do octógono mais famoso do mundo.

Com uma apresentação sólida, técnica e muito agressiva, Cris mostrou mais uma vez que poucas as atletas que conseguem lidar com seu poder. Depois de abrir a luta com um direto, ela foi derrubada com uma queda de Yana, mas logo se levantou e deu um show na trocação, com combinações que magoaram Kunitskaya e fizeram a russa desmoronar no octógono.

– Estou sempre treinando e aceitei essa luta (em cima da hora) no estilo Chutes Boxe. Agora vou esperar por Amanda (Nunes). Brasil contra Brasil me deixa triste, mas ela me desafiou, e quando você desafia Cris Cyborg, tem de lidar com isso – disparou a campeã peso-pena feminino.

Com o resultado, Cris, que completa 13 anos de invencibilidade em maio, agora soma 20 vitórias consecutivas, sendo 17 por nocaute. No octógono do UFC, são cinco triunfos, sendo duas defesas de título bem sucedida.(Terra)