O Atleta de Itacaré Luan Vidal, faturou no último final de semana em Cruz das Almas o campeonato Baiano de Mountain Bike. Luan é um verdadeiro fenômeno da categoria, venceu todas nove etapas do campeonato. 

Força, foco e muita determinação são as palavras que melhor definem o atleta de Itacaré Luan Vidal, o atleta faturou no último final de semana, a última etapa do Campeonato Baiano de MTB que aconteceu na cidade de Cruz das Almas e reuniu atletas de várias cidades do estado.Em busca de patrocínio, Luan que pedala desde os 12 anos, conta com o apoio do grupo Pedal Bom de Itabuna, e se transformou em um fenômeno da categoria, vencendo todas etapas da competição.

A cerimonia de premiação dos melhores do ciclismo do estado, acontecerá em grande festa no próximo final de semana em Vitória da Conquista.

 

Em entrevista a nossa equipe de reportagem, Luan que teve como maior Incentivador Chan da Canoa Havaiana, pede apoio ao esporte e mais atenção dos governantes na limpeza e na sinalização das ciclovias até o trevo de Taboquinhas para evitar acidentes.

 

 


Atletas de diversas cidades da Bahia e de outros estados participaram no último final de semana do Campeonato Baiano de Karatê, realizado pela Confederação Brasileira de Karatê Shinkyokushin, com o apoio da Prefeitura de Itacaré. O objetivo foi divulgar o esporte, incentivar novo atletas para a prática do karatê e revelar novos talentos. Participaram do campeonato atletas de Itacaré, Uruçuca, Morro de São Paulo, Itabuna, Eunápolis e também de cidades de outros estados , São Paulo, Piedade, Barueri e do Mato Grosso do Sul.

No sábado, a partir das 10 horas da manhã, foram realizadas as disputas, com a delegação de Itacaré ficando na primeira colocação por equipe, revelando grandes atletas nessa modalidade. Já no domingo, dia 1º, foi realizado o Seminário de Técnicas Shinkyokushin, com o shihan Denivaldo Carvalho, presidente da Federação Sul Americana Karatê Shinkyokushin, que explicou as técnicas do esporte e como a modalidade tem se destacado em todo o mundo.

O organizador local da competição, o sansey Fagner Ramos, destacou a importância do evento para a cidade, divulgando o esporte, colocando Itacaré no circuito baiano de katarê e promovendo a integração entre os atletas da cidade e de diversos municípios da Bahia e de outros estados.


Associação de Surf de Itacaré – apresenta o Circuito Itacareense Nova Geração. Nos dias 07 e 08 de Dezembro 2019  na paradisíaca Praia da Tiririca já consagrado Palco Mundial de Surf.

A vocação natural de Itacaré por grandes eventos tem história e começou há mais de 30 anos desde a fundação da ASI – Associação de Surf de Itacaré, de lá pra cá vários eventos municipais, estaduais, nordestinos, Brasileiros no ano passado foi realizada a 8ª Etapa do WQS Mundial que colocou Itacaré na vitrine do Surf para o Mundo. De fato a cidade ficou mundialmente conhecida como a Surf City do Brasil, o verão aqui é praticamente o ano inteiro, a água quente, as ondas rolam os 12 meses o que atrai milhares de surfistas dos quatro cantos do planeta.

E ATENÇÃO ATLETAS, Staff, pais e responsáveis. acontecerá na quinta-feira dia 05/12, as 19:00 horas na Colônia de Pesca Z-18 de Itacaré, orla, o meeting técnico da segunda etapa do Circuito Itacareense de Surf Nova Geração.
Lá serão confirmadas as últimas inscrições, serão discutidos os critérios que será utilizado nesta etapa.Fonte: Amo Itacaré.


Acontece neste final de semana a segunda Copa Itacaré de Futevôlei WiLLiGoL, a copa que foi um sucesso de participantes e público no primeiro ano. Este ano, com mais estrutura e organização, está previsto noventa e seis participantes de várias cidades da região.

O evento é realizado pela Escolinha Willigol que é filiada a Confederação brasileira de Futevôlei, Silvio Soares, Anesio Evaristo e Apoio de Diego Augusto Secretaria Municipal de Juventude Esporte e Cultura.

A competição terá 3 categorias; Iniciante, amador, profissional e a apresentação da categoria mista.
Sábado a competição se inicia as 9h da manhã e encerra as 18:30h
Domingo a competição inicia as 9h .

O Prefeito Antônio de Anízio aposta cada vez mais no esporte como ferramenta de transformação social para muitos jovens.


No último sábado, 23 de novembro, a praia da Barra, no Rio de Janeiro, recebeu o 1º Encontro Nacional de Surfistas Negras e Nordestinas. O cenário era de sol, ondas de meio metro e mulheres de diferentes estados com um sorriso largo no rosto. O evento organizado pelo Movimento Surfistas Negras reuniu diferentes gerações numa manhã de surfe e reflexão.

“Nunca me vi representada na maioria das clínicas ou surftrips de surfe feminino e diante dessa falta de representatividade resolvi organizar esse encontro”, declarou Érica Prado.

O dia começou com um aulão de surfe ministrado pela pernambucana Nuala Costa, primeira mulher negra a integrar o circuito brasileiro de surfe profissional, sua conterrânea Monik Santos, 3ª colocada no ranking brasileiro desse ano, a cearense Yanca Costa, vice-campeã brasileira de 2019, e Érica Prado, ex-surfista profissional. Após a adrenalina das ondas surfadas as participantes mergulharam no seu oceano interno através de uma vivência guiada com muita sensibilidade pela paulista Van Prando, da Longarina.

“Poder estar entre mulheres, entendendo nossas similaridades e ocupando espaços, nos juntando nesse feminino que temos dentro de nós, através das águas do mar, é o que nos faz sentir, logo, faz sentido”, afirmou Van Prando.

Na sequência, uma roda de conversa estimulou um debate necessário sobre temas que são velados no universo de surfe. A falta de representatividade no circuito da elite do surfe mundial, as dificuldades que competidoras nordestinas enfrentam quando deixam sua terra natal em busca de melhores oportunidades em outra região do país e o desejo por equidade no esporte foram algumas questões levantadas no diálogo.

Para fechar com chave de ouro, a prancha TBC sorteada no Instagram @surfistasnegras foi entregue à Bruna Morais e a prancha shapeada por Franz Muller foi sorteada entre as participantes do encontro. Nesse sorteio quem levou a melhor foi Nathália Ribeiro.

O 1º Encontro Nacional de Surfistas Negras e Nordestinas foi coproduzido pela Longarina e contou com o apoio da Roxy Brasil, Purezas da Estação, Pranchas TBC, Franz Muller Surfboards e Escola Carioca de Surf.

Créditos/Foto: Anna Verônica e Bruna Veloso


O atleta de Itacaré, Zulu Moreira, participou no último final de semana do Markus Classic, uma das competições mais disputadas do estado válida pela NPC IFBB-PRO LEAGUE sediado em Camaçari-BA e mais uma vez subiu ao pódio por duas vezes em categorias diferentes, sendo vice-campeão em uma e campeão em outra.

Segundo o atleta, a felicidade foi imensa mesmo com tantos contratempos. “A felicidade é enorme nunca pensei que estaria brigando por títulos com os melhores atletas do Brasil pois aqui na Bahia temos vários campeões nacionais e internacionais. Deus tem honrado a falta de patrocínio e reconhecimento não tem abalado, seguindo em frente sendo vitorioso, agradeço a ele, e as pessoas que me ajudaram aos poucos empresários que acreditaram em mim.Muito obrigado a todos!


Cerca de 1.500 atletas da faixa etária de quatro a 65 anos, das mais diversas cidades da Bahia, participaram neste domingo, no Ginásio de Esportes Herval Soledade, em Ilhéus, da 4ª etapa do Campeonato Baiano de Jiu-Jitsu, promovida pela Federação Baiana de Jiu-Jitsu. E a delegação da Academia JM de Itacaré, que contou com o apoio da Prefeitura Municipal, ficou na segunda colocação por equipes, conquistando 20 medalhas no total, sendo 14 de ouro, três de prata e três de bronze.

A equipe itacareense participou da competição com 20 atletas nas categorias de infantil a adulto e mostrou todo o favoritismo, conquistando o segundo lugar por equipes e colocando a cidade como uma referência no jiu-jitsu. Para o professor Jadson Machado, diretor da JM academia, tudo isso representa o esforço dos atletas, a dedicação de cada um, o apoio dos pais e o incentivo que vem recebendo a cada dia do poder público. O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, parabenizou cada um dos atletas, os técnicos e as famílias por acreditarem no projeto e no talento de cada um.

Além de Itacaré, a competição contou com a participação de atletas de Gandú, Ipiaú, Feira de Santana, Salvador, Itapetinga, Vitória da Conquista, Eunápolis, Itagimirim, Itabuna, Teixeira de Freitas, Porto Seguro, Santa Cruz de Cabrália, Tucano, Prado, Alcobaça, Itabela, Canavieiras, Ilhéus, Aurelino Leal, Camacã e vários outros municípios dos quatro cantos da Bahia.

Essa foi a primeira vez que a cidade de Ilhéus recebeu uma etapa do campeonato realizado pela Federação Baiana de Jiu-Jitsu (FBJJO), subordinada à Federação Brasileira de Jiu-Jitsu (FBJJ) e Federação dos Emirados Árabes (UAEJJF). Além das disputas entre os atletas que vem se destacando em toda a Bahia, o evento foi um momento de confraternização entre os competidores, divulgação do esporte, além de um momento para ampliar os conhecimentos sobre o jiu-jitsu.

Confira a lista dos atletas de Itacaré que conquistaram medalhas:

Jhames – Faixa Roxa – 2 ouros
Marília – Faixa Roxa – 1 ouro e uma prata.
Wanderson – Faixa Marrom – 1 prata
Alexandre – 1 ouro
Augusto – 1 ouro
Yuri – 1 ouro
Eros – 1 ouro
Bayron – 1 ouro
André Luís – 1 ouro
Ícaro – 1 ouro
Kauan – 1 bronze
Júlio Cezar – 1 bronze
Maria Laura – 1 ouro
Silvia – 1 prata
Vitória – 1 ouro
Maria Vitória – 1 ouro
Sérgio Augusto -1 bronze
Lula – 1 ouro