O surfista Itacareense Kaiki Araújo foi o grande campeão da Segunda Etapa do Circuito ADS em Balneário Camboriú (SC), na categoria Sub 16.

A segunda etapa do Circuito ADS 2019 aconteceu no último final de semana (8 e 9) na praia Central, em Balneário Camboriú (SC).

O atleta itacareense Kaiki Araújo deu um show na competição, faturando a categoria Sub 16 e de quebra ainda cravou a maior nota na final (7,50).

“Estou muito feliz em ter ganhado este campeonato, um evento alucinante, de alto nível. O Mineiro está dando um incentivo animal para a nova geração e é um ídolo também, me instigando cada dia mais no surfe. Vamos para a próxima com tudo”, falou Kaiki.

Sub 16

1 Kayki Araújo
2 Antonio Vitorino
3 Noah Machado
4 Artur Romão

Fonte: Você na Onda.


Nove atletas da Academia Revelação de Karatê Shinkyokushin em Itacaré, estarão embarcando na próxima quinta-feira (13), para cidade de Carapicuiba em São Paulo, onde disputarão Etapa do Brasileiro de Karatê Full Contact no Ginásio Ayrton Senna. Com a ilustre participação da Carateca Djefini Carvalho, 09 vezes campeã Sulamericana e a presença confirmada de Emi Shoguchi campeão Mundial.

Para viagem os atletas contaram com o apoio da Prefeitura de Itacaré, através da secretaria de Esporte, Cultura e Lazer, empresas e empresariados.

Academia Revelação de Karatê Shinkyokushin promove já alguns anos o esporte para 43 alunos de forma gratuita e sem fins lucrativos, com muito esforço e dedicação, mesmo diante da falta de apoio e patrocínio, seja um patrocinador ou apoiador deste projeto em Itacaré. Informações: 73 9 9848-9761 (WhatsApp).

 


Começa o nesta sexta-feira (07), e vai até domingo em Itacaré, o Neutrox Weekend, na praia da Tiririca, contará com campeonato de surf feminino e atividades gratuitas para o público. A programação conta com aulas de yoga, muay thai e zumba, além de hidratação capilar para quem quiser experimentar a linha linha da marca!

Itacaré se transforma na capital nacional do surf feminino, a cidade será o palco do Neutrox Weekend, campeonato exclusivo para mulheres, que valerá pelo ranking brasileiro de surf profissional. A “janela” do evento tem início nesta sexta-feira (7) na Praia da Tiririca, mas as disputas estão previstas para o sábado, reunindo atletas de seis estados e com transmissão ao vivo pela internet, no site www.surfcore.com.br.

O primeiro dia contará com várias ações na areia, como aulas gratuitas de yoga, muay thai, zumba e também uma palestra “Como usar as mídias sociais em seu negócio”. Apesar de não contar com disputas oficiais, as competidoras devem ir ao mar, para um surf treino, para se adaptarem às poderosas ondas baianas. A cearense Silvana Lima, convidada da Neutrox, pretende acompanhar de perto toda a programação. Além do surf, o evento contará com disputas de Stand Up Paddle (SUP) Wave, com a presença da campeã mundial Nicole Pacelli.

FOTO: FABRICIANO JÚNIOR.

Na disputa pelo título da Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp), um dos nomes principais é da experiente Taís de Almeida, três vezes vice-campeã nacional e que chega motivada por gostar muito das ondas de Itacaré. “Amo surfar na Tiririca, sempre fiz bons resultados aqui”, adianta a atleta de Saquarema/RJ, que ano passado fez final nesse mesmo evento e vem do segundo lugar na etapa inicial do Circuito Brasileiro Feminino, realizada em Ubatuba/SP.

“Estou num grande momento da minha carreira, bem tranquila e focada para Itacaré. Meu grande objetivo esse ano é viver e ser feliz, fazendo o que eu mais amo, que é surfar. Se vier o título, vai ser muito bem-vindo”, ressalta Taís, elogiando a iniciativa de um evento exclusivamente para fortalecer o surf feminino. “Sempre legal ver um campeonato feito só para as mulheres, onde nós somos as atrações principais. Vejo que aos poucos estamos retornando ao cenário e sinto que a tendência é melhorar cada vez mais”, comenta.

Junto às atividades esportivas, o Neutrox Weekend em Itacaré terá ativações com projetos ambientais como o Recicla Itacaré e a neutralização do carbono emitido durante a produção e execução do evento, através da compensação de CO2 dentro do programa da Sustainable Carbon, empresa especializada no segmento. O Neutrox Weekend é uma realização da Abrasp, com patrocínio da Neutrox. A etapa de Itacaré tem o copatrocínio de Ecoporan Hotel Charme Spa & Eventos e apoios da Prefeitura de Itacaré, Federação Baiana de Surf e Associação de Surf de Itacaré.


A surfista profissional Silvana Lima é uma das atrações do Neutrox Weekend, que acontece de 7 a 9 de junho, na praia da Tiririca, em Itacaré, no Sul na Bahia. Com o objetivo de incentivar a modalidade feminina, a programação do evento inclui o Campeonato Brasileiro de surfe feminino na categoria profissional.

A competição será válida pelo ranking da Associação Brasileira de Surf (Abrasp) e terá premiação total de R$15 mil. Também haverá desafio de sup wave, com premiação de R$ 3 mil, além de aulas gratuitas de yoga, muay thai, zumba e vôlei.

Silvana Lima é uma das duas brasileiras que integram o Championship Tour, divisão de elite do Circuito Mundial de surfe. A outra é Tatiana Weston-Webb. (Correio 24h)


Nicole é filha do big rider Jorge Pacelli. Foto: Divulgação

Em ritmo intenso de preparação para buscar uma inédita medalha nos Jogos Pan-Americanos de Lima, a campeã mundial de Stand Up Paddle (SUP) Wave, Nicole Pacelli, é uma das grandes atrações no Neutrox Weekend, neste final de semana na paradisíaca Itacaré, no litoral baiano. O evento exclusivo para mulheres será realizado de sexta-feira a domingo (7 a 9) na Praia da Tiririca, reunindo atletas do surf, em mais uma etapa do Brasileiro, e do SUP, ambas com premiação em dinheiro.

Campeã mundial de SUP Wave duas vezes em 2013, tanto no APP World Tour, quanto no ISA World SUP Championship, e novamente indicada esse ano ao prêmio da maior onda surfada por uma mulher pela World Surf League (WSL), com uma montanha de água impressionante em Jaws, no Havaí, Nicole é um dos ícones feminino e agora chega a mais um importante desafio. No final de julho representará o Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Lima, com chances reais de medalha, nas ondas de Punta Rocas.

Estou confiante! Meu objetivo é conseguir uma medalha para o Brasil. Esse vai ser o maior evento da história do SUP até agora e fico muito honrada de poder representar o nosso País em uma disputa dessa importância”, destaca. “Quando eu comecei, há mais de dez anos, nunca pensei que o SUP estaria no ciclo olímpico. Fico muito feliz de fazer parte dessa história”, diz a surfista.

Antes de buscar a medalha, Nicole estará em Itacaré, prestigiando o evento da Neutrox, sua patrocinadora, e de quebra, ainda poderá competir em sua modalidade. “Vai ser a primeira vez que o SUP estará no Neutrox Weekend em Itacaré e estou super animada porque nunca competi lá. Eu nunca surfei na Tiririca, também será a primeira vez e a onda parece cavada e rápida, mas eu gosto”, afirma

Foto: Pedro Abreu

Acho que será um bom treino para o Pan, o melhor treino para um campeonato é correndo baterias e o Neutrox Weekend vai ser a minha última competição antes de embarcar para o Peru”, conta a atleta de 28 anos, que também acumula cinco títulos brasileiros na categoria.

Como uma das “embaixadoras da marca”, Nicole faz questão de ressaltar os diferenciais do Neutrox Weekend, que está em sua terceira temporada seguida, a segunda vez em Itacaré. “É um evento único! A Neutrox é um grande exemplo para todas as marcas do Brasil, ela realmente acredita no esporte e investe no surf feminino!”, exalta a atleta, também evidenciando o apoio às competidoras, incluindo tops do Mundial como Silvana Lima e Chloé Calmon.

Patrocina surfistas que realmente vivem do esporte e precisam de suporte para ir atrás de títulos mundo afora representando nosso País. Além disso, dá valor para as três categorias da mesma forma, o surfe, o longboard e o SUP. É muito difícil ver isso no nosso País, ainda mais no esporte feminino. Acho que se as marcas seguissem o exemplo da Neutrox, a situação do surfe feminino no Brasil estaria muito melhor”, constata.

Nicole Pacelli em Jaws. Foto Aaron Lynton

ONDAS GIGANTES – Filha e namorada de conhecidos big riders, Nicole não só se destacou no SUP Wave como nas ondas gigantes. A primeira influência veio do pai, Jorge Pacelli, e depois ganhou consistência com o companheiro de vida e aventuras no mar, Lapo Coutinho. O sonho é se dedicar integralmente a enfrentar ondas gigantes e participar do Circuito Mundial da modalidade. A carreira vai sendo bem encaminhada, tanto que já foi finalista do prêmio máximo, o Big Wave Awards, organizado pela WSL.

Em 2017, de melhor performance feminina e esse ano, finalista em duas categorias, da maior onda surfada por uma mulher, ficando em segundo lugar e novamente melhor performance. “Eu sempre gostei de ondas grandes, no começo foi por influência do meu pai e depois acabei me identificando. Foi algo natural. Mas eu comecei a me dedicar mais depois do primeiro campeonato feminino da WSL, em Jaws. Queria participar daquele evento de qualquer jeito e uma forma de ser convidada era estar no Big Wave Awards”, lembrou.

Então comecei a me focar mais e fui indicado para o prêmio em 2017, conseguindo a vaga de alternate. Fui chamada também no ano seguinte, 2018, mas estava competindo um campeonato de SUP na China, e não pude participar. Aí, fui focada para o Havaí para entrar no Big Wave Awards 2019 e garantir minha vaga no próximo evento. Acabou que fui finalista em duas categorias, “maior onda surfada por uma mulher” e “melhor performance feminina”. Dessa vez, quando eu for chamada para o WSL Big Wave World Tour, vou de qualquer jeito (risos)”, anuncia.

RANKING BRASILEIRO – Na disputa de SUP, as atletas participantes disputarão a premiação de R$ 3 mil. Já no surf, serão R$ 15 mil no total, além dos pontos no ranking da Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp), que oficializa o evento. Esse ano, o Neutrox Weekend terá duas etapas, com a final na Praia da Barra, no Rio de Janeiro. Junto com as competições, o encontro na Praia da Tiririca terá muitas atrações abertas ao público e gratuitas, com aulas de yoga, muay thai e zumba e também ativações com projetos sociais e ambientais como o Recicla Itacaré e a neutralização do carbono emitido durante a produção e execução do evento, através da compensação de CO2 dentro do programa da Sustainable Carbon, empresa especializada no segmento.

O Neutrox Weekend é uma realização da Abrasp, com patrocínio da Neutrox. A etapa de Itacaré tem o com patrocínio de Ecoporan Hotel Charme Spa & Eventos e apoios da Prefeitura de Itacaré, Federação Baiana de Surf e Associação de Surf de Itacaré.(Fonte: Noticias do Mar)


Itacaré está em festa, o atleta Itacareense David Leão foi o grande campeão na Pro Junior e o 11º colocado na classificação geral  durante a San Sebastian Paddle Tour, etapa do circuito de SUP Race disputado na Espanha neste final de semana.

O Itacareense David Leão foi o grande campeão da Etapa Pro Junior do circuito europeu de SUP Race, Euro Tour e o 11º colocado na classificação geral neste final de semana em  San Sebastian Paddle Tour na Playa de La Concha em San Sebastia, na Espanha. A Competição foi realizada dentro de um circuito de 12km (Duas Voltas de 6km), com largada e chegada na praia, incluindo uma corrida na areia para completar as duas voltas e parte do trajeto disputada em águas abertas, parte em águas abrigadas pelo canal da cidade.O público compareceu em peso tornando as disputas ainda mais eletrizantes elevando o nível do evento.

Em sua pagina oficial em uma rede social, David agradeceu a família, e todos apoiadores e patrocinadores, e todos que mandaram energias positiva!

Confira abaixo a classificação da etapa.

1 – David Leão (Brasil)
2 – Keoni Sulpice (Taiti)
3 – Noic Garioud (Nova Caledônia)


Depois de se sentir mal neste sábado e não completar a disputa do C1 1000m, prova olímpica, na etapa de Duisburg da Copa do Mundo de Canoagem Velocidade, na Alemanha, o baiano Isaquias Queiroz, de 25 anos, deu show neste domingo na final do C1 500m. Ele desbancou o bicampeão mundial dessa distância, Martin Fuksa, da República Tcheca, um de seus principais concorrentes rumo aos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, e saiu com a medalha de ouro. – Foi uma prova bem pesada, medalha de ouro sempre é bom para o atleta. Agora é voltar para casa, treinar o C1 1000m e chegar no Mundial de igual para igual com Fuksa e Brendel (alemão tricampeão olímpico) – comentou ao término da prova.

Isaquias começou a prova atrás de Fuksa, que imprimia um ritmo muito intenso nas remadas iniciais. Pouco antes da marca de 200m, o brasileiro igualou o tcheco na corrida e, forçando bem, passou pelo europeu para pegar a liderança. No fim das contas, medalha de ouro e tempo de 1min44s731, contra 1min45s740 de Martin, e 1min46s743 de Conrad-Robin Scheibner, da Alemanha, que levou o bronze. A prova do C1 500m é uma especialidade de Isaquias. Apesar de não estar no programa olímpico, ela serve como uma ótima preparação para o C1 1000m. O baiano é tricampeão mundial na distância mais curta. Parceiro de Isaquias, Erlon também fez os 500m neste domingo, ficando em terceiro lugar na final B, que não vale pódio.