Lagoa Itatiaia, local onde ocorre a 3ª edição dos Jogos Radicais Urbanos. (Leonardo de França, Jornal Midiamax).

O atleta itacareense Jadson Santos, participando neste final de semana  da 3ª edição dos Jogos Radicais Urbanos, na Lagoa Itatiaia, em Campo Grande/MS, valida pelo campeonato brasileiro de Stand Up Paddle. 

Jadson Santos. (Leonardo de França, Jornal Midiamax).

 

Jadson Santos, 30 anos, atual quarto lugar no ranking Brasileiro, e foi participar da competição para elevar a pontuação e subir de posição. Ele cita que o custeio para vir até a capital sul-mato-grossense saiu de seu bolso, já que não há, por enquanto, gente disposta a patrocinar a atividade, afirma.

Diretor-presidente da Funesp (Fundação Municipal de Esporte), Rodrigo Terra, afirmou que o evento traz “um legado na lagoa, alo permanente”. “Queremos utilizar a lagoa com mais um espaço público para prática de esporte”. Ao menos 60 atletas participaram.

A 3ª Edição dos Jogos Radicais Urbano de Campo Grande/MS, conta com mais de 700 atletas nas modalidades de Stand Up Paddle, Mountain Bike e Corrida Pedestre. Fonte: Mídia Max.com.br


O atleta Itacareense Alberto Oliveira do Carmo Júnior, o “Juninho”, multicampeão, e umas das maiores revelações do esporte na atualidade, foi destaque desta semana do programa Conexão Bahia, da Rede Bahia, afiliada da Rede Globo. O programa mostrou a história de superação que o atleta enfrenta todos dias para treinar e participar das competições.

Confira a reportagem completa.  Clicando no link: globoplay.globo.com/v/7831657/


Você já parou para pensar por que não há uma negra na elite mundial do surf? Incomodada com essa situação e vendo diversas negras brilhando no outside, a ex-surfista profissional e hoje apresentadora Érica Prado criou nas redes sociais a página @surfistasnegras. “Pensei: ‘Tá errado isso aí! O Brasil tem 54% de negros e pardos, a maioria mulher, e quase nenhuma com visibilidade no surf. Mesmo no mundo, não tem nenhuma negra na elite mundial?”, questiona Érica.

Depois de chegar à elite do surfe nacional em 2009 e não conseguir patrocínios para seguir a carreira, ela até insistiu no circuito nacional, mas decidiu investir nos estudos. Hoje ela trabalha por trás e à frente das câmeras do Canal Woohoo. “Quando competia, sentia falta de visibilidade no surf e achava que era falta de sorte mesmo. Depois, comecei a entender a sociedade, o racismo estrutural e percebi, dentro do circuito, como era mais difícil um patrocínio entre surfistas negras e nordestinas.”

Ela colocou então em prática o projeto @surfistasnegras, com suas primeiras postagens no fim de maio, no Instagram e no Facebook. A estreia do projeto foi com a imagem sorridente de Yanca Costa, 19. Apesar de ser a surfista mais bem colocada no ranking nacional, a cearense está sem patrocínio, mesmo depois de ganhar a primeira etapa do campeonato brasileiro de 2019, em Ubatuba (SP). Yanca nem conseguiu participar da segunda etapa do circuito, em Itacaré (BA), por conta da falta de verba e só conseguiu se manter no campeonato porque o pai a apoia financeiramente.

Yanca Costa, a surfista mais bem colocada no ranking nacional, competindo, em 2017


Depois de levar a medalha de ouro no Canadá há quatro anos, brasileiro vence a mesma prova no Peru. Vagner Souta fica com o bronze no K1 1000m, assim como Ana Paula Vergutz no K1 1500m.

Isaquias Queiroz com o ouro na prova C1 1000m na canoagem velocidade nos Jogos Pan-Americanos — Foto: Gabriel Fricke

Isaquias Queiroz garantiu nesta segunda-feira a medalha de ouro na categoria C1 1000m e repetiu o feito de Toronto 2015, quando conquistou o título na mesma prova. O tempo do brasileiro foi de 3m47s631, seguido pelo cubano Fernando Jorge (3m48s574) e pelo canadense Drew Hodges (3m58s454).

– A prova foi boa, acho que demorei para sair um pouquinho, depois fui para frente e nos 500m o cubano chegou, só que ele achou que podia se dar melhor na prova e começou a subir o ritmo igual a um louco. Mantive ali controlando meio bico atrás, e faltando quase 300m comecei a subir um pouco, e ele começou a sentir o cansaço e parou. Acredito que parou porque olhei e rapidamente ficou para trás, e depois controlei a prova e fui um pouco mais devagar, quer dizer, bem devagar para não mostrar o que tenho ainda, vou deixar guardado para o Mundial. Não quero que ninguém fique vendo como posso ir – disse Isaquias logo depois da vitória.

Dono de duas pratas e um bronze nos Jogos Olímpicos, Isaquias Queiroz conquistou sua quarta medalhas nos Jogos Pan-Americanos. Em sua primeira participação, em Toronto 2015, o atleta baiano já tinha conquista duas medalhas de ouro – C1 1000m e C1 200m e uma prata – no C2 1000m. Depois do ouro em Lima, Isaquias admitiu que ainda lamentava o ocorrido com o companheiro Erlon de Souza no C2 1000m – que ainda passa por exames em Lima. E ainda voltou para a água depois da prova para treinar.

– Estou animado, não vou falar que estou feliz, mas estou animado com a medalha. Queria sair mais feliz ainda em relação ao que a gente tinha feito de programação, mas é esporte, às vezes a gente ganha, às vezes a gente perde, às vezes tem uma decepção muito grande. Mas agora é voltar para o Brasil e se concentrar para o Mundial. Faltam cinco semanas para o Mundial e o foco total é pelo menos garantir a vaga para o Brasil nos Jogos Olímpicos (de Tóquio 2020), e depois trabalhar muito mais focado.(Globo Esporte)


O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, se reuniu na manhã desta quinta-feira com os organizadores do Rally dos Mares, onde confirmou mais uma vez a etapa do evento no município, que acontecerá no início do mês de fevereiro do próximo ano e vai reunir amantes do esporte e da aventura de diversas cidades baianas e até de outros estados. O evento já foi realizado no início do ano em Itacaré, só que dessa vez vem com muito mais novidades. Ao invés de uma só parada na cidade, o Rally dos Mares incluiu Itacaré definitivamente no roteiro oficial, com os participantes pernoitando no paraíso baiano para que possam observar melhor as belezas naturais, os pontos turísticos, os atrativos da noite, a diversidade da gastronomia e também a cultura do município.

Durante o encontro o prefeito falou da importância do evento para a cidade, colocando o município como referência em mais essa modalidade, além de fortalecer cada vez mais o turismo e movimentar a economia. Os organizadores informaram que o evento atrai não somente o participantes, como também os amigos e familiares, projetando Itacaré para o Brasil e até para o mundo. Com a decisão do prefeito Antônio de Anízio de confirmar a etapa, o Rally dos Mares entrou para a programação oficial de eventos e já estará incluída no calendário anual.

Considerado o primeiro evento com jet ski em mar aberto no mundo, o “Rally dos Mares” reuniu no dia 02 de fevereiro desse ano, em Itacaré, pilotos de várias gerações em mais uma edição espetacular. “O evento serve como vitrine de novidades e ao mesmo tempo imprime novos desafios aos competidores. Tivemos pilotos de Goiânia, Vitória do Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, do Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe e da Bahia. Agradecemos a recepção de Itacaré e confirmamos para o próximo rally uma pernoite dos pilotos em Itacaré”, salientou Orlando Junior, um dos organizadores do rally.

Infraestrutura – Com o apoio da Prefeitura de Itacaré, os competidores contaram com infraestrutura de palco, sonorização, show e toldos montados na Praia da Concha. O evento contou ainda com uma estrutura de segurança aquática, composta por duas lanchas de apoio, além do acompanhamento terrestre escoltada por carros e caminhões truck de apoio, munidos de combustível e peças, além de uma equipe formada por 50 pessoas.

O Rally dos Mares começou em 2015, por iniciativa de seis amigos que resolveram navegar até Salvador para viverem uma experiência sobre as águas. Ao longo dos anos, o sonho se tornou realidade e ganhou amplitude nacional com prospecção internacional.


O distrito de Taboquinhas, em Itacaré, vai sediar o Campeonato de Futebol de Veteranos, uma competição que reunirá equipes de diversas comunidades da zona rural do município. O campeonato será aberto no próximo domingo, dia 07 de julho, às 14 horas, no Campo de Futebol de Taboquinhas, com duas partidas já valendo pela competição. A realização é da Prefeitura de Itacaré e a organização é da Coordenação de Esportes de Taboquinhas.

O campeonato terá a participação das equipes de Serra D’água, Veteranos I, Veteranos II, Dodó, Água Fria e Cajueiro. E já neste domingo a competição começa com o time de Água Fria enfrentando o Veteranos II, às 14 horas. Em seguida, às 16 horas, será a vez da equipe do Cajueiro enfrentar o time do Dodó. No final de semana seguinte, dia 14 de julho, o time do Serra D’água pega o Veteranos I, às 14 horas. E às 16 horas será a vez do confronto entre as equipes do Veteranos II e Dodó.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, considera importante a realização de campeonatos como esse, envolvendo desportistas de todo o município, principalmente da zona rural, como forma de garantir mais opções de lazer e entretenimento entre os atletas. Tudo isso sem contar que o evento é também um momento de confraternização entre os atletas e a oportunidade da troca de experiências.Ele explica que o município de Itacaré já revelou grandes nomes do futebol e esse campeonato de veteranos é uma forma de mostrar que os jogadores mais experientes ainda são capazes de demonstrar grandes talentos e boas jogadas.


Os atletas Itacareenses da Academia Revelação de Karatê Shinkyokushin em Itacaré, representaram bem o município e o estado da Bahia na Etapa do Brasileiro de Karatê Full Contact com os melhores atletas de todo pais, que aconteceu no último final de semana na cidade de Carapicuiba em São Paulo.A competição teve a participação de 50 entidades, 40 cidades com mais de 200  atletas e teve a ilustre participação da Carateca Djefini Carvalho, 09 vezes campeã Sulamericana e a presença de Emi Shoguchi campeão Mundial.

Confira a colocação de cada atleta.

Roberto Buti ficou em quarto entre doze atletas na mesma categoria
Henrique ficou em 4º colocado entre dezoito atletas na mesma categoria
Ícaro 5º colocado entre vinte atletas

Elenilson ficou 5º colocado e Rosivaldo (mesma categoria) faturou o 7º lugar entre vinte e cinco atletas na mesma categoria
Rayan luta com assistente ficando em 6º colocado entre dezesseis atletas na mesma categoria
Cauã 6º colocado entre dezoito atletas na mesma categoria

O sensei Fagner Ramos em seu perfil em uma rede social agradeceu em nome de toda equipe Academia Revelação de Karatê Shinkyokushin, a todos os patrocinadores e colaboradores que fizeram essa viagem possível, entre eles; pousadas, empresários, lojas, amigos e em especial a Prefeitura Municipal de Itacaré, através do Prefeito Antônio de Anízio pelo total apoio e incentivo dado a toda nossa equipe. “Nosso muito obrigado a todos”!

Fagner aproveitou a oportunidade para informar que no próximo mês de novembro Itacaré receberá uma Etapa do Baiano de Karatê. “Nossa equipe treinou muito para esse evento e estamos felizes com o resultado, principalmente pelo alto nível da competição, agora vamos trabalhar para receber uma Etapa do campeonato estadual que acontecerá aqui em Itacaré em Novembro”, destacou o sensei.