O surfista Itacareense Yagê Araújo estreou com vitória na segunda fase do QS 3000, que acontece em Pipeline, no North Shore havaiano.

Com as ondas abrindo para o Backdoor, o itacareense surfou três direitas, onde anotou 3,40 e 2,93 pontos (descartou 2,40) para avançar em primeiro na bateria. Yagê deixou o norte-americano Luke Gordon em segundo, e os havaianos Kainehe Hunt e Logan Bediamol em terceiro e quarto lugares respectivamente.

Agora Gegê encara o havaiano Makai McNamara, o brasileiro Robson Santos e o porto-riquenho Jacome Correia na terceira rodada.

Fonte: Redação SurfBahia

 


Medalhista olímpico na canoagem tirou onda com garoto de 15 anos descoberto na Copinha. Meia despertou a cobiça também de Fluminense e Palmeiras, mas escolheu o campeão da América.

O canoísta Isaquias Queiroz entrou na brincadeira do meia Bebé, revelação de 15 anos que está fazendo testes no Grêmio. O garoto chamou atenção durante 20 minutos em campo na Copa São Paulo de Futebol Júnior, vestindo a camisa do São Paulo Crystal, da Paraíba. A jovem promessa do futebol se disse sósia do medalhista olímpico, que respondeu dizendo que nunca encontrou alguém tão parecido com ele.

– Somos irmãos gêmeos. Achei muito engraçado, bem diferente. Algumas pessoas até comparam, às vezes, por causa do cabelo. Mas ele parece muito comigo, eu pareço muito com ele. Foi bem diferente. Nunca tinha encontrado alguém assim. Estava até zoando com os caras: “Meu novo irmão que encontrei depois de muitos anos” – disse.

Isaquias até brincou que, para se certificar se eles são da mesma família, vai pedir para aos pais fazerem um teste de DNA. A família de Bebé é de Cruz do Espírito Santo, no interior da Paraíba, enquanto do canoísta de Ubaitada, na Bahia.(Globo Esporte)


 

O atleta itacareense, Yagê Araújo, grande surfista profissional que já tem diversos títulos e participação em grandes campeonatos, entre eles, atual campeão Baiano Profissional, representará a paradisíaca Itacaré, a Bahia e o Brasil em uma etapa do Volcom Pro Pipe, duas etapas na Autrália, uma em Manly e outra em Newcastle, ambas válidas pelo QS 6.000. Yage este ano entra na briga direta pela classificação na divisão da elite do Surf Mundial.

A South to South é a única marca do mundo, fora do eixo (USA, AUSTRALIA) que tem 2 atletas disputando o mundial QS na íntegra nas principais etapas do Mundo e ainda com uma etapa no calendário 2018 já fechada, QS1500 que será realizada em Itacaré. (Você na Onda)


Reforço solicitado pelo técnico Mauro Fernandes, o atacante Itacaré finalmente teve seu nome divulgado no BID, e pode fazer sua estreia com a camisa do Central nesse domingo, às 16h contra o Náutico, no estádio Lacerdão. Experiente, e com um exímia bagagem no futebol, com passagens por várias equipes do futebol brasileiro e também fora do país, Itacaré se mostra confiante com  o projeto da Patativa e espera atingir todos os objetivos no estadual.

– Eu vim com o maior intuito possível de galgar algo e chegar no fim e ter algo para colher, aceitei o convite do professor Mauro, do Adriano, que são pessoas benéficas e o desafio é grande, em cada clube que você vai, o desafio é maior. A cidade grande, o estádio perfeito, acho que vai dar liga aqui e, no fim acho que vamos colher bons frutos. – disse o jogador em entrevista exclusiva ao Portal No Detalhe.

Apesar de ter atuado por algumas equipes do nordeste, Itacaré defenderá pela primeira vez uma equipe do Pernambuco, o jogador iniciou sua carreira no Vitória, da Bahia, clube o qual ele criou uma identidade por diversas passagens positivas. Além do Leão baiano, Itacaré teve passagens pelo rival Bahia, Fortaleza, Americano, Tupi, Resende, Juazeirense, enutre outras equipes. Fora do país, o atacante já defendeu o Oriente Petrolero, da Bolívia, Al-Hidd, do Bahrein, UES, de El Salvador, e seu último clube foi do futebol finlandês.

Conhecido do técnico Mauro Fernandes, o atacante relembrou o começo do profissionalismo, e espera repetir a dobradinha com o “professor”, agora no Central.

– Foi ele que me subiu no Vitória, sou da geração de David Luiz, Anderson Martins, Marcelo Moreno, Elkesson, Adriano Pardal, Marquinhos, a gente jogou com ele na Serie C, subimos para a B e depois para a Série A e depois cada um procurou seu rumo. E acho que vai dar liga aqui, vou colher bons frutos. (Portal No Detalhe)


Representantes das mais diversas modalidades esportivas participaram na manhã desta segunda-feira do I Seminário sobre Política Esportiva de Itacaré: diálogos sobre a formação do Sistema Municipal de Esportes e Lazer, promovido pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Cultura. O objetivo do encontro foi discutir de forma coletiva e com a participação de todos uma agenda positiva sobre a política esportiva no município de Itacaré.

O evento teve como palestrantes o professor Assistente da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Temístocles Damasceno Silva, e a coordenadora do Centro de Estudos em Gestão de Esporte e Lazer (CEGEL/UESB), Nediana Braga da Silva Souza, que abordaram assuntos como a política racional do esporte, como funciona, financiamentos e a importância da organização dos segmentos através das associações. Também foi discutido sobre a criação do Conselho Municipal de Esportes e o Fundo Municipal, como forma de garantir o desenvolvimento e o apoio às diversas modalidades esportivas.

De acordo com o secretário de Juventude, Esporte e Cultura, Diego Augusto, o evento foi um importante momento para debater, de forma aberta, democrática e participativa, sobre os investimentos e a criação do Sistema, do Conselho Municipal e do Fundo do Esporte para se criar um calendário esportivo contemplando todas as modalidades. Também foi um grande passo para se organizar e mobilizar para a Conferência Municipal de Esportes. No seminário foi aberto o espaço para que os participantes pudessem questionar, propor e contribuir sobre as políticas públicas voltadas para o esporte em Itacaré

O vice-prefeito de Itacaré, Genilson Souza, falou da importância do debate e o do quanto se pode construir através da participação e do apoio dos mais diversos segmentos. Segundo ele, apesar de todas as dificuldades, Itacaré tem investido bastante no esporte, atraindo para a cidade eventos nacionais e até mundiais. Tudo isso sem contar com a garantia de que diversos atletas itacareenses pudessem representar a cidade em eventos estaduais, nacionais e internacionais. (Secom/Itacaré)


A partida de volta da final do Intermunicipal, realizada na tarde desse domingo (10), coroou a seleção de Eunápolis como a grande campeã. Numa campanha irretocável, os eunapolitanos conquistaram pela primeira vez a principal competição amadora do país, sofrendo apenas uma derrota em todo o campeonato. A montagem da seleção gerou um alto investimento, pois contava no elenco com jogadores renomados como Márcio Greyk, Lei e Mica, além de outras peças experientes como Ninho Malhador, Tiago Leal e Diego. Depois de ter goleado na ida por 5 a 0, desta vez a seleção de Eunápolis ficou no empate em 2 a 2 e ficou com o título. O troféu de campeão do Intermunicipal 2017 levou o nome do maior cantor de Reggae do Brasil, o baiano Edson Gomes. A atual campeã do Intermunicipal foi responsável pela eliminação da equipe de Ipiaú nas oitavas de final, quando o time ipiauense, após empatar na casa do adversário por 0x0, acabou perdendo no estádio Pedro Caetano por 1X0. (Giro/Romário Henderson)