Uma operação especial da polícia suíça, encabeçada pelo FBI, prendeu na madrugada desta quarta-feira, 27, o ex-presidente da CBF, José Maria Marin, e outros seis executivos da Fifa. Ao todo, 14 pessoas são acusados de extorsão, fraude, lavagem de dinheiro e outros crimes. Eles serão extraditados para os Estados Unidos para serem investigados. De acordo com informações publicadas pelo jornal NY Times, mais de uma dúzia de policiais suíços à paisana chegaram sem aviso prévio ao Baur au Lac Hotel, onde os executivos estavam hospedados para participarem do congresso anual da organização, marcado para os dias 28 e 29 de maio. Os suspeitos foram detidos em uma ação pacífica e não apresentaram resistência. Além de Marin, foram presos na Suíça Jeffrey Webb, Eduardo Li, Julio Rocha, Costas Takkas, Eugenio Figueredo e Rafael Esquivel. (BBC)


Uma confusão envolvendo uma pedra preciosa extraída na Bahia foi parar na justiça dos Estados Unidos. Uma esmeralda bruta de 380 quilos, com valor estimado de US$ 373 milhões (R$ 1.154.770.700,00 na cotação mais atual do dólar), foi extraída de forma ilegal em Pindobaçu, cidade baiana a 414 km de Salvador, no ano de 2001. Apelidada de “esmeralda Bahia”, ela foi exportada ilegalmente para a Califórnia pelo aeroporto de Viracopos, em Campinas, São Paulo, declarada como pedra asfáltica. A polícia americana, porém, só soube da existência da esmeralda em 2008, quando Larry Biegler, comerciante de pedras preciosas, declarou que ela havia sido roubada do seu local de origem. O homem apontado como autor do crime, Kit Morrison, no entanto, afirmou ter adquirido a peça após uma transação de diamantes com Biegler não ter dado certo. Na ocasião, a esmeralda foi colocada como garantia caso o negócio não fosse concretizado. Morrison é um dos presidentes do grupo FM Holdings, que comanda uma série de produtos industriais. Como não havia provas, o estado da Califórnia decidiu guardar o gigantesco item em um cofre em Los Angeles, onde permanece atualmente. Na última semana, um juiz da cidade californiana decidiu reabrir o caso para determinar o verdadeiro dono da pedra preciosa. No momento, apenas um grupo sobrou na disputa jurídica que corre há cerca de seis anos. Porém, o Brasil também tenta pôr as mãos na esmeralda desde 2011, quando foi notificado do roubo pelo Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos.

O governo brasileiro afirma que a extração e a exportação foram feitas de forma ilegal e negocia paralelamente com o governo americano uma solução para o caso. No ano passado, uma tentativa de interromper o julgamento terminou sem sucesso. “O Brasil respeita a corte da Califórnia, mas nossa visão é que a posse é um caso de relações internacionais. Independentemente da decisão do juiz, o Brasil vai continuar perseguindo seu direito à pedra”, afirmou o advogado americano John Nadolenco, representante do Brasil, ao jornal Folha de S. Paulo. “Só vi a pedra por fotos, o xerife [chefe da polícia local] não dá acesso a ninguém. Nunca vi caso igual, mas estamos animados de bancar o Indiana Jones”, brincou. Em entrevista à revista ISTOÉ, o advogado Marconi Costa Melo, da Advocacia-Geral da União, afirmou que a Justiça brasileira não desistiu do caso. “A justiça brasileira já determinou uma ordem de busca e apreensão da esmeralda”, disse. “Nosso objetivo com essa ação é mostrar que o Brasil atua contra a exploração e exportação ilegal de minérios”, declarou o advogado.(Metro 1)


Com 68 votos a frente do segundo e 80 do terceiro colocado, o vereador mais votado nas últimas eleições e pré-candidato Josimar Evangelista Vasconcelos (PSC), venceu a nossa enquete com maioria esmagadora dos votos. Josimar recebeu 165 votos de um total de 443.

O pré-candidato Danilo Reis (PMDB), ficou em segundo lugar com 97 votos, 22% do total. Danilo recentemente junto-se aos também pré-candidatos Nêgo (PPS) (Presidente da Câmara) que ficou em quarto colocado com 47 votos e a Marivaldo Patrão, em uma só coligação onde a escolha do candidato que representará o grupo em 2016 será discutida internamente, ou através pesquisa de intenção de voto. O terceiro lugar ficou com o Secretário de Economia e Finanças Junior Andrade, uma grata surpresa para muitos, porém forte nos bastidores, e muitos já o colocam, como o provável candidato da situação já que o Prefeito Jarbas não pode concorrer para o pleito em 2016. O também pré-candidato pelo  partidos dos trabalhadores Genilson ficou em quinto lugar com 16 votos. A primeira dama Cecília Barros ficou em sexto lugar com 10 votos. O ex-candidato a Deputado Estadual, Charles Gusmão (PSC), em sétimo lugar com 09 votos, o vice-prefeito Cau Barros (PSL) amargou a penúltima colocação com 08 votos e em último Lauro Setúbal com apenas 06 votos dos 443.

Confira abaixo o resultado completo da enquete!

resultado da enquete do itacare urgente

Lembrando que a enquete trata-se de uma consulta junto aos internautas e não de uma pesquisa eleitoral.


Logo depois que o Grêmio divulgou a saída do ex-técnico da seleção, Felipão, nesta terça-feira (19), o time imediatamente anunciou seu substituto. O time vai contratar Cristóvão Borges, ex-treinador de Vasco, Bahia e Fluminense.

Conforme informações da imprensa do Rio Grande do Sul, Cristóvão chega ao Grêmio na quarta-feira (20) para assinar contrato com o clube até dezembro de 2016. Essa não é primeira vez que o técnico vai trabalhar no time gaúcho, ele já atuou como jogador do Grêmio em 1988 e 1989.

Cristóvão já atuou como atleta, no próprio Grêmio, além de Fluminense, Corinthians, Atlético (MG), entre outros times, quase sempre na função de meio-campista.


o sem o apoio de seus torcedores, o Bahia fez o dever de casa e conheceu a primeira vitória no Campeonato Brasileiro da Série B, que teve a segunda rodada inaugurada na noite desta sexta-feira. Atuando no estádio de Pituaçu, que não abriu os portões para o público, por causa de uma punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o Esquadrão de Aço goleou o Mogi Mirim, recém-promovido à segunda divisão, por 4 a 1. Os tentos tricolores foram anotados por Maxi Biancucchi, Léo Gamalho e Zé Roberto, duas vezes. Geovane descontou.

Com o resultado expressivo, a equipe dirigida por Sérgio Soares segue invicta, visto que empatou com o América-MG, na estreia, em Belo Horizonte, por 1 a 1. Por sua vez, o Sapão, comandado por Edinho Nascimento, filho de Pelé e ex-goleiro do Santos, continua sem somar pontos na divisão de acesso. Os mogimirianos acabaram superados na estreia pelo Criciúma, em pleno Romildão (2 a 1).

O próximo compromisso soteropolitano ocorre no dia 23 de maio, sábado, às 21 horas (de Brasília), diante do CRB, no estádio Rei Pelé, em Maceió-AL. Já o Sapão recebe o Sampaio Corrêa, na próxima sexta-feira, às 21h50, no interior paulista.

O jogo – No início de partida, o Bahia apresentou dificuldades para encaixar a marcação, visto que o oponente do interior paulista atuava sem centroavante de ofício. Geovane, dono da camisa 9, se deslocava bastante e incomodava a dupla de zaga formada por Robson e Titi. Porém, aos 18 minutos, o clube da casa se impôs e abriu o placar, em falha da marcação. Leonardo tentou afastar um lançamento na lateral-esquerda de cabeça e viu a bola espirrar para trás. Maxi Biancucchi não perdoou o corte equivocado e invadiu a área para fuziliar as redes visitantes.

Se a técnica não ajudava, o Mogi Mirim conseguia incomodar, ao menos, na base da insistência. Assim, os paulistas, beneficiados pela ausência da torcida soteropolitana, que não pôde comparecer ao estádio por determinação do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), chegaram a igualar o marcador, com 30 jogados. Acionado em liberdade na área, Elvis tentou o chute, mas viu Douglas Pires abafar a conclusão forte. O meia não desistiu do lance, evitou a saída e cruzou na medida para Geovane testar firme, para o chão, vencendo a defesa nordestina.Entretanto, o Esquadrão de Aço não seguiu para os intervalos com a igualdade. O paraguaio Wilson Pittoni avançou pela ponta direita e cruzou na medida para Zé Roberto testar com consistência, sem dar chances a Daniel. O terceiro poderia ter vindo ainda na primeira etapa, mas Maxi Biancucchi, cara a cara com o arqueiro visitante, finalizou rente à trave direita mogimiriana.

Antes de o relógio completar a primeira volta na etapa complementar, a formação de Salvador conseguiu o terceiro tento. Aproveitando erro da saída de bola alvirrubra, Léo Gamalho acionou Maxi Biancucchi, que foi à linha de fundo e cruzou com precisão para Zé Roberto pegar de primeira, balançando sua segunda rede no compromisso.

Quando a chuva apertou em Salvador, Edinho Nascimento, filho de Pelé e ex-goleiro do Santos, trocou Léo Bartholo e Elvis por Gustavo Gosta e Geovane Loubo, respectivamente, mas as alterações de nada adiantaram. Aos 18 minutos, Léo Gamalho recebeu bom cruzamento de Maxi Biancucchi e concluiu duas vezes – a primeira, de cabeça – para vencer Daniel e decretar a goleada baiana. (Terra)


Muita gente não sabe, mas uma possível articulação vem sendo negociada às escuras, envolvendo o cantor Robsão e a banda Black Style. Uma fonte ligada ao cantor e à banda confidenciou de forma exclusiva ao Universo Axé que o pagodeiro estaria voltando ao seu antigo grupo, que o tornou famoso e rico. Segundo nos foi passado, o “cafetão”, como gosta de ser chamado, está negociando a sua volta para a Black Style e pelo andar da carruagem tudo está seguindo bem. Robsão teria chamado seu antigo empresário, Roque Bispo, para retomar e administrar a sua carreira e esse ficaria com 25% do projeto, os outros 75% ficariam com o próprio cantor.

Procurado pelo Universo Axé, Robsão esclareceu o assunto e afirmou que tem grande interesse sim em comprar de volta a marca “Black Style”, mas que em nenhum momento pensou em chamar o antigo empresário para o negócio, pelo contrário, quer distância dele. Segundo o pagodeiro, seus planos seria a partir de 2016 fazer uma turnê por todo o país com a marca Black Style, numa espécie de turnê comemorativa pelos 10 anos de sucesso da banda, dos quais ele ficou 8. Essa turnê duraria apenas 1 ano, da mesma forma como Alexandre Pires vem fazendo com o grupo Só Pra Contrariar, depois disso, a banda seguiria o seu caminho e ele retomaria seu projeto Bailão do Robsão. O pagodeiro afirmou que as negociações não tiveram avanço porque os atuais detentores da marca, Boca (dono da casa de shows The Best Beach) e Daniel Gustavo, pediram um valor muito alto, o que acabou inviabilizando um possível acordo.

Daniel Gustavo, empresário da Black Style, afirmou ao Universo Axé, que desconhece toda essa história:

“Pra gente não chegou nada disso, estou sabendo agora por vocês. Isso não existe. A Black está muito bem obrigado, não temos interesse nenhum em passar a marca”, desabafou.

Para quem não sabe, a Black Style foi uma das bandas de maior sucesso da história do pagode baiano. Sem sombras de dúvidas foi o grupo que mais rodou por todo o país na época em que Robsão estava à frente dos vocais, chegando a fazer uma média de 25 shows ao mês. Hoje a banda está sob o comando de Rick Ralley.

Vamos aguardar as cenas do próximos capítulos…

Fonte: Universo Axé


Após publicação da notícia da nova garota do tempo, que virou destaque nacional após ter corrigido William Bonner, ao vivo no Jornal Nacional, na pagina do portal R7 no Facebook. Houve vários elogios, mas alguns deles tinham forte conteúdo racista pelo simples fato de Maria ser negra. O pior deles foi de um tal de Venâncio Rodrigues, que nem se sabe se é um perfil real. Ele escreveu para uma internauta, que tinha elogiado a beleza e o talento de Maria Júlia, que só estava falando isso “por ser preta como ela”. Antes ele tinha dito que a jornalista tinha “cabelo ruim”. O comentário causou imediatamente revolta entre os usuários e foi denunciado por vários deles, como você pode ver abaixo (tem até quem tenha curtido o post do sujeito):

garota_do_tempo

O pior é que Venâncio não foi o único. Houve também outros comentários do tipo, como este: “essa repercussão é só porque ela é negra. Se fosse branca, como é normalmente, não seria pauta de matéria”. Mais sem noção impossível, né? É óbvio que qualquer jornalista que “corrija” Bonner ao vivo será notícia na hora, independentemente de ser branco, negro, homem ou mulher. E isso levando em consideração que o que Maria fez foi algo na boa, sem afrontar o âncora de verdade. Maria Júlia apenas lembrou a Bonner que o termo mais apropriado é “tempo firme” e não “tempo bom” quando se fala de que haverá sol. Essa descontração de Maju, como é carinhosamente chamada, é que está dando notoriedade à nova garota do tempo.

Mas o que é inacreditável que hoje em dia ainda exista gente que tenha esta mentalidade. A internet é um campo aberto para as pessoas postarem o que quiserem, o que é algo positivo. O problema é que temos de nos deparar com esse tipo de atitude. Felizmente, ao mesmo tempo em que há gente assim, também há o outro lado, com pessoas que denunciam e combatem esses racistas. (R7)