Daniel Templar compete pelo Rio de Janeiro no CBSurf Júnior Tour na Bahia com título brasileiro Sub-16 e busca em Itacaré vencer na Sub-18 do CBSurf Júnior Tour e a seguir pode enfrentar bicampeão mundial Gabriel Medina no CT de Saquarema.

Foto: Inailson Gomes/Divulgação

Daniel Templar é um dos jovens integrantes da seleção de surf do Rio de Janeiro no Damasco e Backfish apresentam CBSurf Júnior Tour nas ondas da Praia da Tiririca, Itacaré, Bahia, de 14 a 16 deste mês, evento que abre às disputas Sub 14, Sub 16 e Sub 18 da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf), nas duas últimas categorias somando pontos ao Mundial Júnior tanto no masculino quanto no feminino.

Expoente da sua geração e um “jovem veterano” no Júnior Tour, Templar, campeão Sub16 brasileiro 2017, agora quer largar a frente na Sub 18 nacional e garantir 1000 pontos para si e seu estado, chegando à Itacaré embalado pela classificação, através da Associação de Surf de Saquarema, para disputar, dia 19, outro evento, a triagem nacional por vaga na etapa no Brasil do circuito de elite mundial.

No evento, após competir esta semana no circuito de base da Confederação Brasileira de Surf em Itacaré, Templar vai ter entre adversários o baiano Bino Lopes, vice-campeão absoluto (profissional sem limite de idade) da CBsurf em 2018, ambos assim candidatos a encarar na etapa em casa, o bicampeão mundial Gabriel Medina, um dos brasileiros bem cotados para garantir ida às Olimpíadas de Tóquio 2020 através do ranking da liga mundial.

Mas na bela Tiririca, quem garante o nome da família nas baterias é a irmã caçula de Gabriel Medina, Sophia, escalada por São Paulo na Sub 16 e Sub 18 Feminina do Damasco e Backfish apresentam CBSurf Júnior Tour, de alto nível garantido para quem quer ser do Brasil no Mundial Júnior da International Surfing Association (ISA), de igual formato de seleções e disputas Sub 18 e 16 masculinas e femininas do evento de base da CBSurf que começa na paradisíaca Praia da Tiririca, e ainda tem a Sub 14, a de entrada no circuito e por isso chamada de “Iniciante”.

Santa Catarina campeã

De sexta a domingo, são candidatos a pódio e integrarem a mais nova seleção de surf do Brasil nomes como do cearense Thiago Eduardo, dos potiguares Lucas Vicente Silva e Kayan Medeiros, os paulistas Daniel Adisaka e Caio Costa, os paraibanos Felipe Alves e Gustavo Henrique, e baianos como Kayke Araújo e Davi Mendes, este que ano passado começou a temporada vencendo a Mirim (Sub 16) que Templar faturara na temporada 2017.


A partir desta segunda-feira (3), toda a população em Itacaré e todo pais, já pode se vacinar contra a gripe, inclusive quem faz parte do público prioritário e que ainda não se vacinou. De acordo com o Ministério da Saúde, a vacinação vai continuar enquanto durarem os estoques da vacina.

Até a última sexta-feira (31), quando terminou a campanha nacional, quase 80% do público prioritário foi vacinado, o que representa 47,5 milhões de pessoas. Os grupos prioritários tiveram entre os dias 10 de abril e 31 de maio para se vacinar com exclusividade.

Durante esse período, foram priorizados 59,4 milhões de pessoas, entre elas, gestantes, puérperas, crianças entre 6 meses a menores de 6 anos, idosos, indígenas, professores, trabalhadores de saúde, pessoas com comorbidades, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade, além de profissionais de segurança e salvamento.

Até agora, seis estados já bateram a meta de 90%: Amazonas (98,5%), Amapá (98,5%), Pernambuco (93,6%), Espírito Santo (91,3%), Rondônia (90,4%) e Maranhão (90%). Os estados com menor cobertura são: Rio de Janeiro (63,7%), Acre (73%) e São Paulo (73,1%).

Segundo o ministério, a escolha do público prioritário no Brasil segue recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) por serem grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias. A vacina é a forma mais eficaz de evitar a doença.(O Tabuleiro)


Em sua fala no plenário da Câmara Municipal de Maraú, o vereador Reginaldo Bispo dos Santos (PRB) falou sobre os eventos que vem acontecendo em Itacaré e falta deles na Península de Maraú. De acordo com o parlamentar, Itacaré vem ocupando cada vez mais o espaço de destaque no turismo regional, com a realização de vários eventos com forte patrocínio do Governo do Estado, e Maraú nada.

O vereador aproveitou para da uma leve alfinetada no Governador Rui Costa (PT) que por meio da Bahiatursa. Reginaldo acredita que há um certo favorecimento ao prefeito da cidade vizinha, que é do mesmo partido político do Governador Rui Costa.

“O Governo em Itacaré é PT, aqui é PP (Maraú) mas é da base aliada do Governador, e por que tudo é Itacaré e Maraú nada? Maraú só serve de escada, e nada mais. Então precisamos chamar a Secretária de Turismo do nosso município para dialogar sobre a realização de eventos em Maraú.” diz o vereador

Fonte: Barra Grande 24h.


O bairro da Portelinha, no distrito de Taboquinhas, está agora muito mais bonito. A Prefeitura de Itacaré concluiu a primeira etapa das obras de pavimentação das ruas e travessas do bairro. O objetivo desse trabalho, segundo informou o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, é garantir mais dignidade e uma melhor qualidade de vida para os moradores desse local. E o trabalho vai continuar. Além da pavimentação, também foi realizado o serviço de abastecimento de água encanada e de iluminação pública.

Na primeira etapa das obras foi feita a pavimentação a paralelepípedo da rua principal com piso de paralelepípedo e também das travessas, com o piso sextavado, deixando as ruas muito mais bonitas. No local estão sendo construídas praças e também será feito o mirante com vista para o Rio de Contas. As obras estão sendo feitas com recursos próprios e em breve diversas ruas da Portelinha vão estar pavimentadas.

Antônio de Anízio explica todas essas ações fazem parte de um amplo projeto de melhorar cada vez mais a vida dos moradores, além de preparar e organizar o distrito de Taboquinhas, que possui um grande potencial turístico, mas precisa de investimentos e de ser estruturada para receber melhor os visitantes.

Além da Portelinha, a Prefeitura de Itacaré continua com o trabalho de pavimentação de diversas outras ruas no distrito de Taboquinhas. Na lista de locais que também passaram por melhorias, pavimentação e urbanização estão as ruas do Comércio, João Coutinho, entrada do distrito e também a Rua São Roque. Na rua João Coutinho, além da pavimentação será iniciada na próxima semana a construção dos canteiros, com a colocação de gramas e plantas ornamentais, para deixar o local ainda mais bonito.


A partir do dia 5 de julho, os serviços dos Correios em Itabuna serão encerrados na agência localizada à avenida Inácio Tosta Filho, no centro da cidade. Até então, está definido que continuarão à disposição do público as unidades situadas à avenida Beiro Rio (Edifício Atlanta Center) e avenida J. S. Pinheiro. Ouvido pelo Diário Bahia, o funcionário de uma das agências que permanecerão em atividade em Itabuna confirmou a informação divulgada pela Ascom do órgão a todos os veículos. A nota encaminhada detalha que estarão fechadas 12 agências na Bahia. Entre elas, em Feira de Santana, Vitória da Conquista e oito em Salvador. A medida, segundo a assessoria do órgão, envolve 161 agências em todo o Brasil e dá sequência ao processo de readequação da rede de atendimento iniciado em 2018. As unidades que serão desativadas ocupam imóveis alugados e são consideradas sombreadas por outras. Atualmente, os Correios possuem cerca de 11 mil pontos de atendimento em todo o país, sendo a única empresa pública presente em mais de 5.500 municípios brasileiros.


A diretoria da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou em reunião nesta terça-feira (21) um reajuste, elevando custos extras gerados pelo acionamento das chamadas bandeiras tarifárias na conta de luz. O mecanismo, que visa sinalizar ao consumidor as condições de geração de energia, aumentando custos quando há menor oferta, agora poderá resultar em cobrança adicional de R$ 6 a cada 100 kilowatts-hora quando no patamar vermelho nível 2, que sinaliza um nível mais crítico de oferta. Antes, a bandeira vermelha nível 2 gerava um adicional de R$ 5 a cada 100 kwh. Já a bandeira vermelha nível 1 passará a representar adicional de R$ 4 a cada 100kwh.

A bandeira amarela também será reajustada, para gerar adicional de R$ 1,5 a cada 100kwh, contra R$ 1 antes. “A alteração foi especialmente motivada pelo déficit hídrico do ano passado, que reposicionou a escala de valores das bandeiras”, afirmou a Aneel em nota, em referência a uma menor geração das hidrelétricas devido ao baixo nível dos reservatórios. A metodologia utilizada pela Aneel para definir o acionamento das bandeiras também passou por mudanças, o que segundo a agência possibilitará que o mecanismo tarifário retrate com maior precisão a conjuntura energética.

Após ficar entre janeiro e abril no patamar verde, que não gera cobrança extra, a bandeira tarifária foi definida pela Aneel para maio como amarela. Especialistas avaliam que o final do período tradicional de chuvas na região das hidrelétricas, que vai até abril, deve fazer com que a bandeira fique no patamar vermelho ou vermelho nível 2 nos próximos meses, um cenário que poderia se prolongar até novembro.


Ampliar o debate sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Escolar Quilombola e o papel da escola e da sociedade para a implementação da educação cada vez melhor para as relações étnico-raciais. Esse foi o principal objetivo do I Seminário de Educação Quilombola de Itacaré, realizado no último dia 17, no quilombo do Fojo, que contou com a participação da das comunidades quilombolas do Santo Amaro, Porto de Trás, Oitizeiro, Fojo, Serra de Água e João Rodrigues, além dos conselhos municipais e profissionais da área de educação.

Realizado pela Prefeitura de Itacaré, através das secretarias de Educação e Comunicação, o evento teve ainda a proposta de acolher professores, estudantes, assistente social, pedagogos e lideranças quilombolas para juntos promover os valores sócio-histórico-culturais e pedagógicos das populações afro-brasileiras, além de identificar os desafios encontrados em Itacaré para implementação da Educação Escolar Quilombola. Durante o encontro foram realizadas palestras, debates, contação de histórias, exibição de filmes, apresentações culturais e ainda a escolha dos membros do Conselho Municipal de Educação Quilombola.

A iniciativa do evento foi do prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, que destacou a importância de ampliar cada vez mais esse debate, reconhecer a diversidade presente na escola e nas comunidades e a partir daí construir uma postura de tolerância, cidadania, respeito e igualdade social. De acordo com a secretária de Educação, Eliane Camargo, esse foi apenas o primeiro de um ciclo de debates, discussões e seminários que serão promovidos para propiciar condições aos alunos e profissionais de educação de se apropriarem de saberes sobre as culturas afro-brasileiras, africana e indígena, desconstruindo imagens negativas já formadas.

O I Seminário de Educação Quilombola de Itacaré contou com a participação do vice-prefeito Genilson Souza, secretários municipais, vereadores, representantes dos conselhos municipais de Educação e Cultura, dirigentes de entidades voltadas para as questões quilombolas, assistentes sociais, artistas, além de dirigentes da CAR, Bahiater, Universidade Estadual de Santa Cruz, professores, estudantes e membros de diversas comunidades, que apontaram Itacaré como um município pioneiro nas discussão da educação quilombola. O encontro teve como tema “Agora nós contamos a nossa história”, como forma de valorizar a história da educação escolar quilombola.