A foto de uma recém nascida com dois cortes no rosto publicada por uma usuária do Facebook está causando polêmica na internet. A criança, batizada Tatiele Vitória Teixeira Bueno, nasceu no último sábado (25) no Hospital Municipal de Mundo Novo, no interior de Goiás, a cerca de 420 quilômetros de Goiânia, e precisou levar nove pontos no rosto durante um parto de emergência.

O caso ganhou destaque após Marilda Vieira Jânio Nunes, uma amiga da avó da menina, publicar a imagem acompanhada de um desabafo na rede social. A postagem já tem mais de 1,7 mil compartilhamentos.

“Estou aqui indignada, médico corta o rosto da criança durante o parto, uma cesariana, em Mundo Novo, Goiás. O mais incrível no caso é que foram dois cortes de bisturi. Se fosse um pequeno arranhão já era demais, mas dois cortes profundos a ponto de ter que suturar… Aí é demais”, publicou Marilda.

De acordo com o Hospital Municipal de Mundo Novo, a mãe de Tatiele, Heloísa Teixeira Bueno, de 18 anos, teve uma parada cardíaca e o parto, que seria realizado de forma normal no dia 05 de maio, virou uma cesariana de emergência. O médico responsável precisou abrir o útero às pressas para salvar o bebê, que corria risco de morte. Durante o procedimento, o corte feito com o bisturi, devido a urgência, acabou atingindo a criança. A situação foi relatada no prontuário e na sindicância que foi feita no hospital.

A mãe da recém nascida permanece  internada na UTI, sedada e respirando sem a ajuda de aparelhos. O  estado de saúde dela é considerado grave, mas não há previsão de alta.  A criança está na casa da família e passa bem. (Extra)


O jovem Lucas Paulo Santos morreu, nesta quarta-feira (29), ao perder o controle da moto e colidir frontalmente em uma carreta, próximo à Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), na Rodovia Ilhéus-Itabuna. Lucas seguia em direção a Ilhéus, quando perdeu o controle da moto e colidiu contra a carreta. O motorista da carreta disse que não houve tempo para desviar, porque a moto já entrou na curva na contramão. No impacto da colisão, o motociclista sofreu um corte na testa. Uma equipe do Samu chegou ao local e constatou a morte do jovem, que residia em Itabuna. (Pimenta)


Após as fortes chuvas que atingiram a capital baiana nesta segunda-feira (27), as autoridades contabilizam 13 mortes. Morreu no Hospital do Subúrbio, por volta das 20h30 da noite, o adolescente, de prenome Roberto, 16 anos, que foi retirado com vida dos escombros que restaram de um grande deslizamento de terra que ocorreu na comunidade do Barro Branco, na Avenida San Martin, em Salvador. Com ele, são sete pessoas mortas na localidade.

Segundo Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) as duas vítimas são da região do Marotinho, no Bom Juá também vieram a óbito. A assessoria do órgão não soube informar se elas foram socorridas para alguma unidade médica.

No entanto, esse número pode ser maior, já que a Polícia Militar contabillizou pelo menos seis pessoas que ainda estão desaparecidas na região, o que fez com que os trabalhos fossem mantidos durante toda a madrugada. As buscas só serão encerradas após todas as possibilidades de encontrar vítimas terem sido esgotadas. Devido à fragilidade do terreno e à possibilidade de surgirem novos deslizamentos, os trabalhos têm que ser realizados com bastante cuidado.

O prefeito ACM Neto anunciou nesta segunda-feira (27), durante coletiva de imprensa realizada no Palácio Thomé de Souza, que vai enviar projeto à Câmara de Vereadores nesta terça (28), um projeto de lei instituindo um benefício de três salários mínimos para quem for vítima de casos graves de calamidade.

Atualmente, a Prefeitura oferece um auxílio-moradia no valor de R$300 por mês, mas só tem acesso ao benefício aquelas famílias que ficam desabrigadas. “Vamos estender esse benefício para dar suporte às famílias que tiverem perdas em função de calamidades como fortes chuvas, incêndios ou o rompimento de uma adutora, por exemplo. Espero que os vereadores tenham sensibilidade e aprovem o projeto urgentemente”, afirmou.  (Bahia no Ar)


O surfista Chris Blowes, de 26 anos, se encontra em estado crítico após sofrer o ataque de um tubarão branco de seis metros no sul da Austrália. O acidente ocorreu na manhã do último sábado, quando ele surfava a 350 metros da praia, no pico conhecido como “Right Point”, em Fishery Bay, a cerca de 40 quilômetros ao sul de Port Lincoln. Depois de ser encaminhado para o Port Lincoln Hospital, o australiano foi transferido de helicóptero para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Royal Adelaide Hospital, em Adelaide, cidade com mais recursos para atender o jovem em estado grave. De acordo com as autoridades locais, Blowes precisou ser reanimado na ambulância.
Blowes estava na água com outros 12 surfistas quando foi atacado pelo enorme tubarão, descrito pelas testemunhas como “monstro gigante”. De acordo com a mídia local, ele teria sofrido algumas mordidas antes de o animal ter arrancado uma parte de sua perna (da coxa para baixo). Após ser resgatado, alguns surfistas e amigos do australiano fizeram um torniquete na tentativa de estancar o sangramento.

– O tubarão veio, arrancou a perna dele e os caras o ajudaram, levando-o até o penhasco – disse Glenn Lugg, que surfa há 25 anos no pico e assistiu ao ataque da areia, em uma entrevista ao jornal “Adelaide Now” – Eu estava ali só olhando o tubarão se afastando em direção ao oceano com a prancha. Obviamente, o tubarão ainda estava com a perna dele e nadando em círculos. Havia sangue por todo o lado – completou a testemunha.

Após o incidente, a polícia local espalhou cartazes pela praia avisando sobre o risco de novos ataques na região. De acordo com as autoridades, o acidente teria acontecido em um dia de condições perigosas, em que não era possível observar o fundo do mar e detectar a presença de tubarões. Muitas vezes, os ataques acontecem porque os humanos são confundidos com focas, tartarugas ou golfinhos. Há 10 anos, um outro surfista, Jake Heron, foi atacado por um tubarão branco de quatro metros em Fishery Bay. Ele lutou com o animal e conseguiu escapar depois de acertar alguns chutes, levando 20 pontos no braço e outros 40 na coxa.
Pescadores locais afirmam que o número de tubarões vistos na área aumentou recentemente.
– Muitos tubarões têm sido vistos recentemente nas localidades próximas à costa de Fishery Bay, bem na esquina. E os que viram disseram que eles estão mais agressivos atualmente – disse Jonas Woolford, presidente da associação de pescadores da região, à “ABC”. (Globo Esporte)


Por: Bahia Notícias.

O temporal que atinge a capital baiana nesta segunda-feira (27) causa engarrafamentos nas principais vias da cidade. A Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador) mobiliza todas as equipes para ajudar no tráfego de veículos na cidade.

E já foi confirmado a morte de três pessoas, que foram soterradas durante o deslizamento na localidade de Barro Branco, na região da Avenida San Martin — uma delas foi identificada como Samuel Santos de Oliveira, 12 anos. As identidades das demais vítimas ainda não foram divulgadas. Uma das pessoas que estavam no local, Dalaslelei Lima dos Santos, 25 anos, foi encaminhada para o Hospital do Subúrbio. Existem desabamentos, desabrigados e muitos prejuízos. A situação está crítica na Capital.


O engenheiro eletricista Nilton Yamane Barros, de 37 anos, ainda custa a acreditar que sobreviveu após ter o para-brisa do carro que dirigia atingido em cheio por pneus que se soltaram de um micro-ônibus na cidade de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. O acidente aconteceu na manhã deste sábado (25), na BA-099, conhecida como Estrada do Coco, enquanto ele seguia sozinho para a casa dos pais, que moram no município de Camaçari, a cerca de 20 quilômetros depois do local da colisão. O micro-ônibus que perdeu os pneus traseiros faz a linha Vila de Abrantes (Camaçari)/Feira de Itapuã (Salvador) e trafegava no sentido oposto. Ainda não há informações sobre o que teria causado o desprendimento dos pneus do eixo do veículo, que pertence à Cooperlotação, uma cooperativa de transporte complementar regulamentada pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba). Após o choque, Nilton, que andava a cerca de 40 quilômetros por hora, teve dificuldade para sair do carro porque ficou com um dos dedos presos entre o pneus e o volante do veículo. Ele sofreu escoriações por ter sido atingido por estilhaços do vidro dianteiro, que foi destruído. (G1)


O micro-ônibus saiu de Ipiaú na manhã desta segunda-feira com destino a Itabuna para levar pacientes para realizar exames médicos. Por volta das 7h, à cerca de 15 km de Itabuna, o motorista perdeu o controle do veículo ao trafegar numa curva. O micro-ônibus saiu da pista e capotou diversas vezes. A maior parte das vítimas foi projetada para fora do veículo.

Esquipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) prestaram socorro e encaminharam as vítimas para o Hospital de Base. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, poucos passageiros usavam cinto de segurança. Na hora do acidente chovia forte. Um laudo do Departamento de Polícia Técnica (DPT) deve apontar as causas do acidente. (Giro em Ipiaú)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou, no final da manhã desta sexta-feira (24), os nomes dos mortos e dos feridos no grave acidente na BR-101 envolvendo um micro-ônibus da Prefeitura de Ipiaú. Morreram duas pessoas: Maria de Lourdes dos Santos no local do acidente e Judite Cordeiro Oliveira (50) pouco depois de dar entrada no Hospital de Base. Foram 16 os feridos: Gutembergue de Almeida Rosa (34); Luciana Souza de Jesus (29); Ivonildes Ramos dos Anjos (56); Maiane Ventura dos Santos (23); Wagner Andrade; Jorge Artur do Nascimento Meireles (70), Joélio de Jesus Santos (33); Neilza Oliveira Santos (32); Wagner Oliveira de Andrade, Lirane Ramos Bidu (32); Gilson de Souza Santos (52); Rogério Santos da Silva (35); Ângela Maria Nery Lemos (57); Gerson de Souza; Antônio Cristiano Neves de Souza (59) e Rafael Neves de Souza (22).