Os aeroportos de Congonhas e Guarulhos receberão um acréscimo de nove novos voos diários e diretos durante a alta temporada de verão. As operações foram escolhidas para atender cidades turísticas, como Salvador, Porto Seguro, Ilhéus, Recife, Florianópolis e Navegantes. “Todos esses destinos são muito buscados durante o verão e queremos oferecer aos nossos clientes toda a comodidade e conforto que nossas aeronaves proporcionam”, afirma Abhi Shah, vice-presidente de receitas da Azul.

O aeroporto de Congonhas será beneficiado com três saídas diárias para a Bahia, sendo Ilhéus um destino inédito da Azul a partir da capital paulista. “Com esses três voos, que atenderão Salvador, Porto Seguro e Ilhéus, ofereceremos aos nossos clientes paulistanos a conveniência de Congonhas aliada ao conforto e completo entretenimento e serviço de bordo que nossos Embraer garantem”, destaca Daniel Tkacz, diretor de planejamento de malha da companhia.

Já em Guarulhos, que receberá seis novos destinos durante o verão, os destaques vão para Ilhéus e Porto Seguro, na Bahia, Navegantes e Florianópolis, em Santa Catarina e Recife, em Pernambuco. “As cidades baianas são novos destinos a com saídas de Guarulhos, assim como Navegantes.

Florianópolis e Recife receberão aumento no número de operações, porém a capital pernambucana terá também acréscimo na oferta de assentos, já utilizaremos nossos Airbus A320neo, com 174 lugares para voar até esse destino três vezes ao dia”, diz Shah. Em Recife, os Clientes da Azul ainda podem se beneficiar de todas as ligações que o terceiro maior hub da Azul oferece.

Confira os detalhes da operação da Azul para a alta temporada em Congonhas:

Congonhas – Ilhéus (a partir de dezembro)

Congonhas 16:40 — Ilhéus 17:55 — Segunda a sexta
Congonhas 17:00 — Ilhéus 18:15 — Sábado
Congonhas 12:10 — Ilhéus 13:25 — Domingo
Ilhéus 15:55 — Congonhas 19:20 — Segunda a sexta
Ilhéus 12:05 — Congonhas 15:25 —Domingo


 

 

Para quem visita Itacaré, é impossível não dar uma passadinha na nova Pituba, bairro conhecido pelas lojas, bares, restaurantes e ponto de encontro daqueles que valorizam uma noite com várias opções de lazer em um mesmo lugar.

Atualmente, quem chega à Pituba, em Itacaré, se depara com uma obra de requalificação belíssima, que deixou o visual muito mais aconchegante. A antiga rua de paralelepípedos foi substituída por uma “passarela” constituída de calçadas revestidas de bloquetes intertravados e uma pequena via de mão única feita de pedras.Confira abaixo, alguns cliques do fotografo Elton Andrade.

 

 


A delegação baiana de canoagem conquistou 10 medalhas: 5 de ouro, 1 de prata e 4 de bronze no Campeonato Sul-Americano de Canoagem de Velocidade Menor, que aconteceu entre 03 e 05 de novembro, na cidade de Montevidéu, no Uruguai. Os atletas desembarcaram na madrugada desta terça-feira (7), em Ilhéus, e foram recebidos com festa nos municípios de Ubaitaba e Itacaré.

A competição foi realizada nas categorias menor (13 a 14 anos), cadete (15 a 16) e master (acima de 35 anos) e os canoístas baianos trouxeram medalhas em diversas provas. O atleta juvenil Ualef Moreira foi destaque na competição, conquistando três medalhas: ouro na categoria C2 1000 e duas de bronze no C1 1000 e 2000 metros. Outras quatro medalhas de ouro vieram com os atletas Cauan Santos, na categoria 2000 metros; Diego Nascimento na master 1000; Felipe Santana, nos 500 metros, e Helton Silva, no C1 cadete 500.

Da delegação baiana, composta por oito pessoas – seis atletas e dois treinadores, cinco canoístas e mais a treinadora Luciana Costa fazem parte do projeto de iniciação esportiva e canoagem Remando no Rio de Contas, que tem o apoio financeiro do Governo do Estado, por meio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho e Esporte (Setre).

Ao todo, 270 crianças com idade entre 8 e 18 anos, são atendidas, por este projeto, nos municípios de Itacaré, Ubatã e Ubaitaba com aulas gratuitas realizadas de segunda a sexta-feira, em dois turnos, num período de 18 meses.

“O projeto Remando no Rio de Contas tem sido muito importante para o preparo físico e qualificação técnica dos nossos alunos. Nossa expectativa é melhorar a performance desses atletas a cada competição”, afirma a treinadora Luciana, que dá aula no núcleo de Ubaitaba.

Centros de canoagem

Paralelo ao projeto, o Governo do Estado, por meio da Sudesb, também investe na infraestrutura que serve à prática da canoagem. Para tanto, já deu início às obras dos três centros de canoagens nos municípios de Itacaré, Ubatã e Ubaitaba, num investimento de R$ 3,2 milhões. “A perspectiva, a médio prazo, é possibilitar o surgimento de outros atletas de ponta como os baianos Isaquias Queiroz e Erlon Silva, medalhistas na Olimpíada da Rio 2016”, comenta o diretor geral da Sudesb, Elias Dourado.

Fonte: Secom/Bahia


Com a proposta de melhorar cada vez mais o atendimento e prestar um serviço ainda melhor, o Senac e a Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Turismo, realizaram nos dias 06 e 07 de novembro duas palestras voltadas para o setor turístico. No dia 06 foi proferida a palestra sobre como receber bem os turistas direcionada para os condutores de visitantes e agências de turismo. Já no dia 07 a palestra foi sobre o atendimento em meios de hospedagem, tendo como público alvo recepcionistas e atendentes da área de hotelaria e pousadas.

As palestras foram ministradas pela professora, Perlla Nascimento, do Senac, e tiveram como objetivo proporcionar aos participantes a aquisição de conhecimentos sobre a importância do atendimento ao cliente de forma diferenciada que supere as expectativas do turista que vista Itacaré. “Atender bem o turista é um diferencial fundamental para a busca de competitividade no mercado. Para um bom atendimento, é preciso contar com uma equipe que entenda a importância desse trabalho e desenvolva atitudes e comportamentos adequados para o atendimento ao turista e clientes com qualidade”, disse Júlio Oliveira, secretário de Turismo de Itacaré.

Para o prefeito António de Anízio, a parceria Senac e Prefeitura tem como objetivo a realização de qualificação não somente das pessoas que já estão no mercado de trabalho, mais também para aqueles que almejam uma vaga e precisam estar qualificados. ” Precisamos de uma Itacaré que viva e respire ainda mais o turismo e para isso é necessário conhecimento e é o que estamos trazendo para a comunidade através da parceria com o Senac, complementou o prefeito.

Os participantes conheceram ainda técnicas de atendimento baseada nos princípios da qualidade, sabendo identificar o cliente e suas necessidades, lidar com queixas e reclamações e encaminhar as soluções dos problemas com habilidade e postura, prestando serviços com agilidade, qualidade e cortesia, sempre procurando encantar o cliente. (Secom/Itacaré)


A Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, realizou no último sábado, dia 4 de novembro, uma ação de fiscalização e notificação de ocupações irregulares em diversas praias da sede do município. Ação gerou bastante polêmica e foi disparado o assunto mais comentado na cidade.O objetivo é garantir a organização dos espaços públicos, assegurar o ordenamento, evitar ocupações desordenadas, a exploração comercial irregular e garantir que as praias fiquem muito mais organizadas e bonitas para os itacareenses e turistas.

Na ação foram notificadas sete ocupações irregulares na Praia da Concha, sendo seis delas instaladas na areia da praia e uma na via pública. O secretário de Desenvolvimento Urbano, Ademar Sá, explicou que na operação não foram abordados nenhum ambulante, mas sim notificadas as estruturas fixas e precárias nas áreas públicas. Além da precariedade dessas estruturas, o que contribui para uma péssima impressão e desvalorização de qualquer destino turístico, os fiscais observaram que nenhuma delas tinham a mínima condição para a manipulação e comercialização de alimentos. “Não contam com instalações de água e muito menos de esgotamento sanitário, apresentando sérios riscos à saúde pública”, relataram os fiscais.

Já na Praia da Ribeira foi notificado um quiosque recém-construído na areia e um toldo com carrinho de churrasco e mesas também instalado na areia. Foi retirado ainda um carro estacionado junto a escadaria da praia com toldo comercializando roupas. Na Praia da Costa foi retirado um trailer e na Praia do Resende três kombis estacionadas logo na entrada, comercializando comida e roupas. Teve ainda de forma irregular um carro vendendo coco no caminho de acesso às praias

Também foram observados que nos estabelecimentos notificados, alguns deles possuem inúmeros funcionários em situação informal e tendo sido alvo inclusive de denúncias de exploração de trabalho infantil. Ademar Sá ressaltou ainda que a Prefeitura de Itacaré vem sendo cobrado pelo Ministério Público exatamente para que promova o ordenamento e desocupação das áreas de marinha. Ele explica que as cabanas de praia não foram notificadas nessa ação por já terem sido abordadas anteriormente pela própria Secretaria do Patrimônio da União (SPU) para apresentação de documentação com possibilidade de posterior regularização. “As ocupações por nós notificadas no último sábado não foram sequer consideradas pelo SPU, pelo simples fato de não existir nenhuma possibilidade de regularização das mesmas”, argumenta.

Ademar Sá também explica que na ação não houve qualquer tratamento diferenciado dispensado às cabanas, pois por mais precárias que possam ser as documentações existentes, são ocupações consolidadas a maioria delas com mais de 20 anos de instaladas, recolhendo IPTU e com alvará de funcionamento municipal. Também faz questão de reafirmar que a ação não visou em nenhum momento privar o direito ao trabalho digno de ninguém, mas sim garantir que que as praias, patrimônio de todos os cidadãos, seja usufruídas justamente por todos, evitando individualmente a exploração comercial por quem quer que seja. Ele reconhece que o trabalho é árduo e pode trazer alguns descontentamentos e polêmicas, mas conclama o apoio de todas as pessoas que querem de fato contribuir com uma cidade mais organizada, ordenada e muito melhor para todos. (Secom/Itacaré)


Atual mandatário fica à frente de Julio Brant. No entanto, opositor também comemora e acredita em mudança de resultado por conta de “urna suspeita”

Eurico Miranda deu um grande passo para se reeleger presidente do Vasco no próximo triênio. Após apuração que invadiu a madrugada desta quarta-feira, a chapa do atual mandatário venceu nas urnas por 2.111 votos, contra 1.975 de Julio Brant, 421 de Fernando Horta, além de três brancos e três votos anulados. Ao fim da contagem, porém, uma cena inusitada: duas chapas comemoraram.

Explica-se: houve uma urna com 475 votos que a Justiça vai analisar posteriormente se serão válidos ou não, o que poderá alterar o resultado final do pleito. Como a diferença de Brant para Eurico foi menor do que esse número, a oposição tentará anular o resultado das urnas.

Eu não sei nem o que eles vão impugnar. Eu não sei. Mas eles podem impugnar. O que eles vão impugnar? Os votos? Tá bom, mas baseado em quê? Baseado em quê? – disse Eurico Miranda, festejando o resultado.
Essa urna foi separada porque houve suspeita no alto número de adesão de sócios entre novembro e dezembro de 2015, último período para poder votar na eleição. Sem contar os votos da urna suspeita, Julio Brant teve a maioria: 1.935 contra 1.683 de Eurico.
Na “urna da discórdia”, Eurico venceu por 428 a 42 de Brant. Fernando Horta ainda ganhou quatro votos e houve um anulado.
– A situação foi tão bizarra que a Justiça vai decidir muito rápido. Todas as urnas foram parelhas. Só uma teve mais de 90% de votos para um candidato. Vai ser uma decisão fácil da Justiça, que vai anular aqueles votos e o Vasco seguirá vida nova. Me considero presidente do Vasco – disse Julio Brant, que também festejou o resultado.

O candidato recebeu, ao longo do dia, o apoio de Fernando Horta, que também concorria ao pleito. Por volta das 16h, percebendo que era o último nas pesquisas de boca de urna, Horta abriu mão da disputa e aconselhou seu eleitores a passarem a votar em Brant.

Foram, no total, sete urnas. Quando o resultado da última foi divulgada, gritos de vitória das duas chapas ecoaram pelo ginásio de São Januário. Houve algumas discussões entre os correligionários, mas nada que se transformasse em agressão. A mais forte ocorreu durante apuração da “urna da discórdia”.

Julio Brant, no entanto, deixou o ginásio primeiro. Foi a senha para os eleitores de Eurico Miranda invadirem o local para festejar a vitória. Gritos de “ôoooooo fica, Eurico!” eram ouvidos.

 

– Torcedor do Vasco, para você ou quem quer que seja: veja o resultado da eleição e vê quem é que tem que comemorar, só isso. O resultado da eleição é que a chapa “Reconstruindo o Vasco” ganhou. Acabou – disse o presidente cruz-maltino.

Agora, a chapa vencedora indica 120 conselheiros, e a segundo colocada nomeia 30. Estes 150 se juntam a outros 150 conselheiros natos. Este grupo que vai participar da votação final, no Conselho Deliberativo, ainda sem data definida, mas provavelmente será no início de janeiro. Historicamente, o Conselho respeita o resultado das urnas. Fonte: Globo Esporte.