A nova regra para as aposentadorias proposta pela Câmara, que garante benefício integral caso a soma da idade e do tempo de contribuição der 85 para a mulher ou 95 para o homem, não é vantajosa para todos. Segundo a Folha de S.Paulo, para conseguir o benefício sem o corte previsto pelo fator previdenciário, grande parcela dos segurados da Previdência terá que trabalhar mais que o mínimo necessário para poder se aposentar, caso o novo modelo prevaleça. Atualmente, um homem que consegue se aposentar aos 54 anos precisaria adiar o ato por três anos para não sofrer cortes, afirmam especialistas. Logo, o novo modelo só traria vantagem se ele conseguisse aguardar e abrir mão do benefício da Previdência nesse tempo. Para o advogado Wladimir Novaes Martinez, especialista no tema, a aposentadoria também complementa a renda em muitos casos. “O trabalhador mais velho começa a ter mais gastos, com cuidados médicos, novos produtos etc., e vê a aposentadoria como um complemento de renda. Se aposenta assim que pode e continua trabalhando”, disse ele à reportagem. De acordo com o Ministério da Previdência, 55% das aposentadorias por tempo de contribuição eram concedidas a pessoas com até 54 anos em 2013. O índice sobe para 87% quando a idade máxima chega a 59 anos. Os beneficiados pela alteração seriam os que se aposentam perto da casa dos 60 anos. “Essas pessoas já são beneficiadas pela regra atual”, declarou o consultor Newton Conde. Conde acredita que dificilmente alguém que tenha que trabalhar por mais tempo para aproveitar a nova regra vai adiar o pedido da aposentadoria. O advogado Daisson Portanova segue a tese. “Se o desemprego aumentar, mais gente vai optar pela aposentadoria o quanto antes”, afirmou à Folha. A regra, aprovada pela Câmara na última quarta-feira (13), ainda precisa ser confirmada no Senado e sancionada pela presidente Dilma Rousseff. Caso entre em vigor, o próximo governo sofrerá os maiores impactos.


Os internautas adoram perturbar Carla Perez. A ex-dançarina do Tchan acabou virando motivo de piada em uma brincadeira que anda fazendo muito sucesso nas redes sociais. Em uma foto em que aparece chorando, a esposa de Xanddy lamenta morte de B.B.King e diz: “Adorava comer lá”. A diversão foi dizer que a loira atrapalhou a notícia da morte de B.B King, o rei do blues, com o fast food Burger King.

Povo engraçadinho, né? Não perdoa Carlinha desde que ela disse que escola começa com “i” em um programa de TV que apresentava no SBT. (Varela Notícias)

carlaperez_piadabbking-275x320


É possível dizer que Filipe Toledo é surfista de água e de ar e que, com essa habilidade de trabalhar com os dois elementos, conquistou o título da etapa do Rio de Janeiro do Circuito Mundial de Surfe. Filipinho, como é conhecido, não tomou conhecimento do rival, o experiente australiano Bede Durbidge e venceu por 19,87 a 14,70, na praia da Barra da Tijuca, na zona oeste. A conquista lhe garante o segundo lugar no ranking mundial, atrás somente do também brasileiro Adriano de Souza, o Mineirinho.

Filipinho começou a bateria com tudo e, como era de se esperar, realizou vários aéreos. Em um deles obteve rotação inteira no ar e boa aterrissagem. A manobra lhe rendeu uma nota 10 por decisão unânime dos juízes. Ele seguiu fazendo aéreos, dando boas rasgadas e, ao encerrar, vibrava na água.

Em certo momento, quando completou uma das séries quase na areia, algumas crianças entraram no mar para tentar chegar perto do ídolo, mas foram contidas pelos seguranças. “Preciso agradecer primeiro a Deus, porque foi uma semana muito abençoada. Sempre foi um sonho ganhar essa etapa no Rio, vencer para essa plateia”, comemorou Filipinho. “Vai ser um ano maravilhoso para nós, para mim, para o Mineirinho, e vamos lutar pelo título.”

No Barra da Tijuca, Filipinho encontrou condições propícias para mostrar seu melhor surfe. As ondas pequenas e rápidas favoreceram os seus aéreos e o colocaram sempre um passo à frente de seus rivais. Na quarta fase, ele já havia recebido nota 10 por uma série de manobras ousadas.

O menino de Ubatuba, no litoral de São Paulo, teve bem em quem se espelhar. Ele é filho de Ricardo Toledo, uma dos primeiras referências do surfe brasileiro, e bicampeão nacional (1991 e 1995). Hoje, o pai acompanha Filipinho em todas as viagens e atua como técnico e gestor de sua carreira.

Mais cedo, a americana Cortney Conlogue venceu Bianca Buitendag por 14,50 a 11,10. Cortney carregou uma bandeira brasileira no mar e, assim como Filipe, também foi ovacionada pelo público. Com o resultado, ela segue firma na segunda posição do ranking. A próxima etapa das categorias feminina e masculina será realizadas em Fiji, entre 7 e 19 de junho. (Paraná Online)


Na manhã desse sábado (16), dois carros se envolveram em um novo acidente na rodovia Ilhéus-Itabuna (BR-415). Segundo informações do Blog do Gusmão, os veículos colidiram no sentido frontal. Três pessoas ficaram com ferimentos leves. Um dos carros foi encontrado fora da pista, na vegetação. Um Pegeout 308, placas OKN-6581, saiu da pista atingindo o Punto, placas JSB-6911.

Na manhã desse sábado (16), dois carros se envolveram em um novo acidente na rodovia Ilhéus-Itabuna (BR-415). Segundo informações do Blog do Gusmão, os veículos colidiram no sentido frontal. Três pessoas ficaram com ferimentos leves. Um dos carros foi encontrado fora da pista, na vegetação. Um Pegeout 308, placas OKN-6581, saiu da pista atingindo o Punto, placas JSB-6911.


Em meio a uma epidemia de dengue, a cidade catarinense de Itajaí, no Vale, começou a cultivar uma planta que pode ajudar a combater o mosquito transmissor da doença. A planta, chamada de crotalária, atrai a libélula, predadora natural do aedes aegypti. Desde o início do ano, a cidade teve mais de 1.400 casos confirmados da doença com transmissão local, segundo a Divisão de Vigilância Epidemiológica do estado (Dive). Há pouco mais de um mês, o viveiro Fazenda Nativa começou a cultivar a flor. Qualquer pessoa pode retirar mudas e plantar em casa. As libélulas predadoras atraídas pela flor também depositam ovos nos mesmos locais onde o mosquito da dengue se reproduz – qualquer lugar onde haja um eventual acúmulo de água. “As larvas da libélula também vão se alimentar das larvas do mosquito”, explica a corrdenadora do Instituto Brasil Ambiental (Ibra), Lucimara Gruzati. As mudas podem ser semeadas em vasos e até mesmo em saquinhos plásticos. “Não precisa enterrar muito, uma leve pressão já é suficiente”, explica o monitor ambiental José Roberto Fernandes. Ele diz que as flores também podem ser semeadas diretamente no solo – é possível jogá-las em um terreno baldio, por exemplo. As sementes germinam rápido – em cerca de 90 dias, as plantas começam a florescer. O protético Daniel Custódio Pereira aprovou a iniciativa, que ainda não tem comprovação científica, mas tem tido bons resultados nas cidades onde é aplicada. “Tenho duas crianças em casa e me preocupo que elas venham a pegar a doença. Por isso estou sempre cuidando para que não aconteça nada”, disse ele, que levou mudas de crotalária para a casa. Tecido repelente – Em Florianópolis, o conhecimento científico e uma experiência pessoal levaram a engenheira química Fernanda Checchinato, formada pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a criar uma camiseta repelente de mosquitos. Ela também inventou um spray para tecidos com o objetivo de ajudar a evitar a contaminação pela dengue. “Acho lamentável que uma doença que já foi erradicada no Brasil em 1955 possa ter voltado com uma força tão grande, com tantos recursos no mundo moderno”, diz a engenheira, que sempre foi alérgica a picadas de mosquitos. O estudo para a criação do tecido levou dois anos. “Eu e meus familiares usamos muito a roupa”. Já o spray para tecidos é à base de água. “O princípio ativo vem do crisântemo, uma flor. Na quantidade em que está presente, não causa nenhum dano para nossa saúde. Para o inseto, sim”, diz Fernanda.

Prevenção – A dengue é uma doença infecciosa febril transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti infectado. Os sintomas são: febre, dor de cabeça, dores musculares e nas articulações, dor atrás dos olhos e manchas vermelhas na pele. A Dive orienta que pessoas que estiveram nos últimos 14 dias em uma cidade com presença do Aedes aegypti ou com transmissão da dengue e apresentar os sintomas devem procurar uma unidade de saúde para diagnóstico e tratamento. Entre as recomendações da Dive para evitar a disseminação do vírus da dengue estão evitar usar pratos nos vasos de plantas e, caso utilize, colocar areia nas bordas; guardar garrafas e objetos que possam armazenar água sempre com a abertura virada para baixo. Também é necessário manter as lixeiras tampadas, bem como as caixas d’água. Plantas que acumulam água, como bromélias, devem ser evitadas. O acúmulo de lixo também deve ser evitado, pois pode se tornar foco do mosquito da dengue. Além disso, é importante tratar a água da piscina com cloro e limpá-la uma vez por semana; rolos devem ficar fechados e desentupidos. Os potes de comida e de água dos animais devem ser lavados com escova, também semanalmente. (G1)


Por causa do grave acidente sofrido em 2013, o ex-piloto Michael Schumacher, heptacampeão mundial de Fórmula 1, perdeu cerca de R$ 16 milhões em receitas anuais. Alguns médicos de Michael Schumacher chegaram até a jogar a toalha em relação à sua recuperação. E dois patrocinadores desistiram de investir na imagem do alemão. Jornais ingleses afirmam que as empresas de moda Navyboot e Jet Set cortaram as relações comerciais com Schumacher. Ele teve graves ferimentos na cabeça após sofrer um acidente enquanto esquiava com a a família nos Alpes franceses, em dezembro de 2013. A Mercedes e a empresa de gestão de riqueza DVAG garantem que continuarão com os contratos com o ex-piloto que, após meses no Hospital de Vaud, em Lausanne, foi transferido, em setembro, para sua casa em Gland, Suíça, para seguir com o tratamento. Mas, para a família do ex-piloto, a esperança é a última que morre. Os parentes do maior campeão de F1 de todos os tempos, com sete títulos mundiais, já investiram cerca de R$ 50 milhões para manter o alemão vivo e em casa. Schumacher deixou o hospital em setembro, quando recebeu alta e pôde continuar o tratamento ao lado da família. Só para a mudança, a família já desembolsou cerca de R$ 40 milhões para transformar a mansão dele em uma verdadeira UTI (Unidade de Terapia Intensiva. Schumacher deixou o hospital em setembro, quando recebeu alta e pôde continuar o tratamento ao lado da família. Só para a mudança, a família já desembolsou cerca de R$ 40 milhões para transformar a mansão dele em uma verdadeira UTI (Unidade de Terapia Intensiva) (UOL)


Uma viatura policial da Caatinga capotou e deixou policiais feridos próximo a Esplanada, De acordo com testemunhas, o acidente aconteceu na tarde desta sexta-feira (15/5). O veículo chegava à cidade de Esplanada, quando nas imediações do posto de gasolina de Acajutiba, o motorista perdeu o controle. O acidente deixou três policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado/Litoral Norte feridos. Um deles fraturou a clavícula, mas o estado de saúde não é grave. O nome dos policiais não foi divulgado. *Informações do Jequié Repórter.