Itacaré estará realizando no próximo dia 14 de novembro as eleições diretas para os cargos de diretores e vice-diretores de todas as unidades de ensino da rede municipal. Na sede do município a eleição acontecerá das 8 às 20 horas na unidade CAE, em frente à Secretaria Municipal de Educação. Já em Taboquinhas o processo de votação também será das 8 às 20 horas, no Clube Social.

Poderão votar os estudantes a partir de 14 anos de idade, pais ou responsáveis pelos estudantes regularmente matriculados na rede municipal de ensino, professores e coordenadores pedagógicos, efetivos e contratados e os demais servidores efetivos em exercício na unidade escolar, efetivos ou contratados do ano de 2017.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, considera importante o processo de escolha dos diretores e vice-diretores através de eleições diretas, pois a comunidade escolar poderá elger, de forma aberta e democrática, aqueles profissionais, devidamente capacitados, que irão conduzir os destinos da escola. A secretária municipal de Educação, Joselita Santana, reafirma que o processo de eleições diretas é um grande avanço para a educação e destaca a necessidade da participação de todos esses segmentos no dia da votação, para que todos possam de forma transparente escolher os gestores das escolas.

O processo das eleições será coordenado por uma comissão eleitoral central da Secretaria de Educação e Conselho Municipal de Educação e por uma comissão central eleitoral no âmbito de cada escola. A comissão eleitoral central será composta por dois representantes da Secretaria Municipal de Educação, dois representantes da APBL-Sindicato, dois do Conselho Municipal de Educação e dois representantes de pais de alunos das escolas municipais. Os diretores e vice-diretores selecionados exercerão as atribuições dos respectivos cargos por dois anos, permitida a inscrição para concorrer a nova eleição, no mesmo cargo, por apenas mais um mandato consecutivo. Os eleitos assumirão em janeiro de 2018. (Secom/Itacaré)


Itacaré será palco, no próximo sábado, do Projeto Caravana da Música, que terá como atração principal a banda soteropolitana Skanibais. Além dos shows, também será realizada a oficina com o tema “SKA – A História, o Ritmo e suas Nuances com a banda soteropolitana Skanibais”, que acontecerá das 9 às 12 horas, na Secretaria de Cultura, na Praça do Canhão. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até o dia 16 de novembro pelo email: [email protected]rais.com.br. Já o show acontecerá às 19 horas, na praça São Miguel.

O Projeto Caravana da Música é uma iniciativa que pelo segundo ano percorrerá diversos municípios baianos promovendo a circulação de artistas com apresentações gratuitas em espaços públicos e oficinas. A realização é da Maré Projetos Culturais, com patrocínio da Vivo e Governo da Bahia, por meio do Fazcultura, programa de incentivo fiscal da Secretaria da Fazenda e da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia e em Itacaré conta com o apoio da Prefeitura Municipal, através das secretarias de Turismo e de Juventude, Esporte e Cultura.

A banda Skanibais, primeira produção baiana que toca o ritmo jamaicano ska. O grupo leva para o público o repertório do disco “Qual É A Parte Mais Gostosa de Você”, com versões de samba, MPB, reggae, rock nacional e internacional, forró e clássicos do ska. Em formato instrumental, a banda é composta pelos músicos Uirá ( bateria), Neomário Marques (baixo), Jorge Solovera (guitarra), Anderson Lacerda (piano), Gilmar Santos (trombone), Ito Bispo (sax tenor e alto), Kiko Souza (sax barítono e flauta) e João Teoria (trompete). A proposta é divulgar o ritmo jamaicano e suas possibilidades de mistura com a música brasileira e, em particular, com a música nordestina.

O Caravana da Música promove a interiorização da música baiana e difusão da produção artística e estima chegar a 10 mil espectadores. Os nomes que compõem a programação foram selecionados por meio de uma chamada pública que contou com 250 inscritos, submetidos à avaliação da curadoria formada pelo jornalista Luciano Matos, os produtores culturais Ivanna Souto e Luizão Pereira. Foram avaliados aspectos como diversidade de gênero entre os inscritos, iniciativas que valorizam o diálogo entre ritmos e difundam a brasilidade com criatividade e a trajetória do artista/ banda, bem como demandas técnicas e logísticas.

De acordo com Fernanda Bezerra, diretora da Maré Produções Culturais e idealizadora do projeto, “Caravana da Música é um dos principais projetos, realizados hoje na Bahia, destinados a interiorização da música contemporânea autoral produzida por artistas baianos. A segunda edição chega para amadurecer este projeto que busca promover a ocupação e dinamização cultural do espaço público”. (Secom/Itacaré)

 


O trabalho de combate à dengue continua em Itacaré com ações nos bairros e nas comunidades. E nesta sexta-feira a equipe da Secretaria Municipal de Saúde realizou mutirão na comunidade da Vila Marambaia. O objetivo foi orientar os moradores sobre os sintomas da dengue e as ações que devem ser realizadas pela própria comunidade para eliminar os potenciais criadouros do mosquito Aedes Aegypti. O trabalho conta com vistoria dos imóveis, orientação da população e a limpeza dos locais onde os mosquitos costumam procriar.
A proposta é realizar esse trabalho semanalmente nos mais diversos bairros e também na zona rural. No dia 03 de novembro foi realizado o trabalho na região do Campo Seco. De acordo com a programação, no dia 17 o combate será feito no bairro Santo Antônio, o Bairro Novo, e no dia 24, encerrando a agenda do mês de novembro, a equipe estará desenvolvendo as ações no bairro da Passagem.
O secretário municipal de Saúde, Ricardo Lins, explica que os mutirões são importantes não somente como forma de conscientização da comunidade, como também para atacar esses potenciais criadouros nesse período do ano com alta incidência de chuvas, onde historicamente há maior incidência de dengue. “Estamos intensificando os trabalhos e envolvendo a população para evitar a transmissão da doença”, afirmou.


O Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, em Ipiaú, foi alvo de vandalismo nesse final de semana. A ação foi percebida na manhã dessa segunda-feira (13), quando os funcionário da unidade de ensino chegaram ao local para trabalhar. As salas da diretoria e mecanografia foram arrombadas e pichadas com palavrões e nomes atribuídos a duas facções criminosas (uma de Ipiaú e outra conhecida no estado). Um quadro do governador, instalado na sala do diretor, também foi pichado com as ofensas “lixo” e “verme”. Além das pichações, um notebook da fabricante Samsung e dois roteadores de internet foram furtados.

O diretor do Colégio, Thompson Bacelar, acredita que o ato de vandalismo tenha ocorrido entre o domingo a noite e a madrugada dessa segunda-feira. Ele informou que esteve na unidade de ensino durante o dia de domingo e tudo estava normal. O diretor registrou o Boletim de Ocorrência na delegacia local. O caso será investigado pela Polícia Civil. De acordo com o artigo 163, do Código Penal brasileiro, vandalismo é crime e o autor do delito fica sujeito a prisão e multa, por danos ao patrimônio público. A pena varia de seis meses a três anos de detenção, além das agravantes. (Giro Ipiaú)O diretor do Colégio, Thompson Bacelar, acredita que o ato de vandalismo tenha ocorrido entre o domingo a noite e a madrugada dessa segunda-feira. Ele informou que esteve na unidade de ensino durante o dia de domingo e tudo estava normal. O diretor registrou o Boletim de Ocorrência na delegacia local. O caso será investigado pela Polícia Civil. De acordo com o artigo 163, do Código Penal brasileiro, vandalismo é crime e o autor do delito fica sujeito a prisão e multa, por danos ao patrimônio público. A pena varia de seis meses a três anos de detenção, além das agravantes. (Giro Ipiaú)


A Justiça do Trabalho na Bahia condenou um empregado, no primeiro dia de vigência da nova legislação, no último sábado (11). O funcionário havia processado o empregador por ter sido assaltado a mão armada pouco antes de sair para o serviço e pedia R$ 50 mil de indenização. O juiz José Cairo Junior, por sua vez, entendeu que houve litigância de má-fé e obrigou o autor da ação a desembolsar R$ 8,5 mil, também pelas custas da ação. De acordo com a coluna Painel, da Folha, o juiz rejeitou a tese de “responsabilidade civil do empregador decorrente de atos de violência praticados por terceiros”. Na mesma ação, o funcionário pleiteou o pagamento de horas extras, mas, segundo o juiz, ele não comprovou a carga horária adicional.


A Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura de Itacaré agora já conta com um novo veículo, que será destinado para a realização de fiscalização ambiental, licenciamento e outras ações e projetos de combate aos crimes ambientais e preservação da natureza. O veículo faz parte de uma parceria firmada com o Governo do Estado da Bahia, através da Adab. A Prefeitura de Itacaré reformou todo o carro, sinalizou e agora já está em pleno funcionamento para o desenvolvimento das atividades da Secretaria do Meio Ambiente.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Paulo Baracho, o veículo vai facilitar ainda mais o trabalho desenvolvido pela Prefeitura, principalmente no que diz respeito à fiscalização. Com esse novo carro será possível conduzir com mais agilidade a equipe de fiscalização para que possa realizar um trabalho ainda melhor. Paulo Baracho também chama a atenção para a importância da comunidade estar colaborando com esse trabalho de fiscalização, alertando os infratores e procurando a Secretaria de Meio Ambiente nos casos de crimes ambientais.

O prefeito Antônio de Anízio informou que apesar de todas as dificuldades enfrentadas pelos municípios baianos, Itacaré vem buscando a cada dia se organizar, realizando investimentos, oferecendo melhores serviços aos cidadãos e buscando firmar parcerias para que a cidade possa ficar ainda melhor para os itacareenses e turistas. Dentre as parcerias que vem sendo firmadas, ele destacou o apoio do Governo do Estado em várias ações, não somente na realização de obras importantes para o município, como também na prestação de serviços nas mais diversas áreas.(Secom/Itacaré)