A União dos Municípios da Bahia (UPB) decidiu em assembleia nesta quarta-feira (22) apoiar a proposta de unificação de mandatos político-partidários. A decisão foi tomada por unanimidade pelos mais de 200 prefeitos que compareceram á assembleia realizada na sede da entidade em Salvador. A proposta de unificação dos mandatos tramita em projetos no Congresso Nacional e tem como justificativa o princípio da economicidade. Para o presidente da UPB, Eures Ribeiro, a assembleia reforçou o pleito dos gestores pela unificação das eleições em 2022. “O debate está ocorrendo em todos os estados, com as entidades municipalistas, para ser levado a Brasília. Economicamente, é bom para os cofres públicos, pois uma eleição unificada se torna mais barata”, disse Ribeiro, que é prefeito de Bom Jesus da Lapa e vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM). Caso a proposta venha a ser aprovada, os atuais prefeitos, vice-prefeitos e vereadores teriam mandatos prorrogados até 2022. (Giro em Ipiaú)


Viajar pela primeira vez a outro país causa ansiedade, nervosismo, estresse. Uma mistura de sentimentos que levam, às vezes, a esquecer coisas importantes para que a viagem transcorra sem surpresas desagradáveis. Por isso, é importante tomar cuidado para cada detalhe, e pensar que conseguir uma passagem aérea barata é um dos itens de uma larga lista!

É compreensível que uma pessoa que embarque em um avião tenha medo, sinta ansiedade. Mas é fundamental destacar que o avião é o meio de locomoção mais seguro que existe no mundo, e que o medo vai passar na hora de viver a experiência de voar. Conseguir uma passagem aérea barata será o primeiro passo para o inicio de uma vida de turista internacional.

Há muitas recomendações para fazer a uma pessoa que fará, pela primeira vez, uma viagem internacional. Se este é o seu caso, calma e atenção!

Passagem aérea barata e outros itens para ter em conta

Antes de iniciar a viagem, estes conselhos serão muito úteis:

  • Use roupas confortáveis para viajar, não use nada apertado, porque um vôo internacional leva varias horas, durante as quais você permanecerá sentado. É recomendado levantar algumas vezes para ir ao banheiro ou simplesmente para esticar as pernas e andar um pouco pelo corredor do avião.
  • Leve os equipamentos eletrônicos como celular, tablet ou câmera fotográfica e os carregadores, consigo, na bagagem de mão, nunca na bagagem que irá despachar. Isso é para evitar imprevistos e fundamentalmente para poder declarar na alfândega se for necessário de acordo aos modelos.
  • Na bagagem de mão devem ir os documentos, dinheiro, cartões, remédios, além de algum livro ou artigo que considere necessário durante o vôo e que este permitido (na companhia aérea poderá encontrar toda a informação sobre o que é proibido levar no vôo).
  • Fique tranqüilo na hora da chegada. Geralmente os passageiros levantam das poltronas antes de abrirem as portas do avião e isso leva a ansiedade. Permaneça sentado e só levante quando veja que os passageiros começam a sair da aeronave. Lembra que terá que fazer a fila de imigração e que isso leva tempo. Calma e paciência é a receita.

Uma vez no destino, se não tem ninguém que o esteja esperando no aeroporto, de acordo ao destino poderá pegar o metro, o trem ou um taxi que tenha atendimento dentro do aeroporto, para ir direto para o hotel.

Já no hotel, deixe as suas pertenças de valor dentro do cofre de segurança que há no quarto e sempre saia para os passeios e excursões com um cartão do hotel, para evitar se perder.

Leve consigo o mapa da cidade onde está ou se tiver celular com roaming, consulte o GPS para saber como se movimentar, onde estão as estações de metro, etc. Isso sempre facilitará e lhe fará poupar tempo.


Em 103 eventos cadastrados em 15 estados de todas as regiões do país serão aplicados recursos financeiros.

O Ministério do Turismo (MTur) vai investir, neste ano, R$ 4 milhões nos festejos juninos que estão se consolidando como um produto turístico originalmente brasileiro. Em 103 eventos cadastrados em 15 estados de todas as regiões do país serão aplicados recursos financeiros. Neste calendário nacional da MTurestão incluídas as mais tradicionais festas do mês de junho na Bahia e em todo o Nordeste, ou seja,as festas de Santo Antônio, São João e São Pedro,nesta ordem.

Através do seu presidente Diogo Medrado, a Bahiatursa informou que, neste período tem duas ações: a realização do São João da Bahia, que se divide entre o Pelourinho e Paripe, em Salvador, e o chamamento para as prefeituras do interior. “Aquelas que estão em dia com a situação cadastral e têm os seus festejos consolidados recebem verba do Governo do Estado”. Lembrou que “para a verba do MTur, as prefeituras também devem se cadastrar no ministério”, avisa o presidente da empresa Diogo Medrado.

O gestor estadual da Bahiatursa disse, ainda, que há mais de dez anos o Governo do Estado realiza o São João do Pelourinho e traz atrações com nomes nacionais, consolidando a capital baiana também como destino junino, bem como as quadrilhas de Periperi. “Além disso, temos apoiado vários festejos divididos entre Santo Antônio, São João e São Pedro. E em todas as feiras nacionais e internacionais de turismo sempre divulgamos nossos festejos”.

Chamamento

Diogo Medrado não mencionou o valor de quanto o Governo do Estado vai investir nas festas juninas neste ano. “Abrimos um chamamento e dependemos das prefeituras ativas e sem restrições para saber o valor destinado a estes festejos. Assim como não faremos nenhum evento nesse sentido”, sinaliza.

As festas juninas na Bahia são realizadas com mais euforia em nove municípios baianos: Cachoeira, Cruz das Almas, Santo Antônio de Jesus, Amargosa, Jequié, Senhor do Bonfim, Lençóis, Mucugê e Piritiba. Além dos folguedos e dos fogos de artifícios, os visitantes ficam entusiasmados em desfrutar dos produtos culturais e turísticos tão valorizados pelas populações locais.

Em Salvador, toda a cidade se enfeita – especialmente os bairros populares – com intervenções artísticas inspiradas na cultura popular. Além da capital baiana, mais dezenasde outros municípios também promovem uma variada programação de shows e festejos típicos de São João, atraindo verdadeiras multidões, dentre eles São Francisco do Conde.

Calendário

Segundo o ministro Marcelo Álvaro Antônio, o forte envolvimento das populações locais nas festas juninas impulsionam o turismo regional. “Estes eventos são importantes indutores do turismo nacional e atraem visitantes de todo o Brasil e do mundo que desejam conhecer a diversidade cultural que o país tem a oferecer. É um produto turístico que tem a cara do Brasil e está em franco processo de estruturação e consolidação”, pontuou o ministro.

O Calendário Nacional de Eventos do MTur tem como objetivo agregar valor à imagem dos destinos, além de fornecer informações de qualidade sobre a oferta turística do Brasil que possam ser úteis ao turista no momento de planejar suas viagens. Nesse Calendário as informações foram integralmente coletadas de forma colaborativa, majoritariamente em parceria com secretarias estaduais e municipais de Turismo.

Este ano foram cadastrados 2.869 eventos pelo Brasil, sendo 584 registros a mais do que em 2018, quando foram inseridas 2.285 festividades. As duas categorias de eventos com maior número de cadastros são as de caráter “artístico, cultural e folclórico”, com 1.087 registros; e “religioso”, com 499. Os eventos gastronômicos assumem a terceira posição, com 277 projetos cadastrados, lugar ocupado pelos esportivos no ano passado, que hoje somam 244 eventos.

Recursos

Para realizar essas festas tradicionais, anualmente, os recursos destinados pelas Prefeituras decorrem de fontes do orçamento municipal, vendas de espaço público para instalação de barracas e pontos para ambulantes, captação de patrocínio privado de grandes empresas, de comerciantes locais e apoio do governo estadual. As principais fontes de despesas das Prefeituras são: pagamento de músicos e infraestrutura de shows, decoração da cidade, segurança e infraestrutura de higiene e limpeza.

Segundo estudos da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais (SEI), o pagamento dos músicos, por sinal, é o percentual mais elevado dos gastos, sendo que 70% das atrações são estaduais e nacionais e 30% são artistas locais ou regionais. A arrecadação de Imposto sobre serviços de qualquer natureza (ISS) e a permissão do uso de espaços públicos para instalação de pontos de venda são fontes de receitas. “Estima-se que, para a organização de cada evento, as prefeituras operem com cerca de 200 funcionários permanentes que, geralmente, trabalham entre 90 e 120 dias, e contratem cerca de 300 trabalhadores temporários para atuarem nos dias da festa”.



Os prefeitos vinculados à Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia (Amurc) participaram de uma reunião, na terça-feira (21), na sede da entidade, promovida pelo Consórcio Público Interfederativo de Saúde e o coordenador dos Consórcios de Saúde da Bahia, Nelson Portela, para aprovação do estatuto, protocolo de intenções e contrato de programa e de rateio da Policlínica Regional de Saúde que vai funcionar em Itabuna. A unidade está em fase avançada de obras, com previsão de entrega para agosto deste ano.

O presidente da Amurc e prefeito de Firmino Alves, Lero Cunha, destacou que a Policlínica é de grande importância para a população da região, que se deslocam de forma contínua para a cidade de Itabuna, em busca dos serviços de saúde. “A Policlínica vem para folgar os hospitais, para acolher a população da nossa região, atendendo as demandas dos municípios com saúde de qualidade”.

Na reunião, o presidente do Consórcio de Saúde e prefeito de Almadina, Milton Cerqueira, fez um chamamento para uma maior participação dos prefeitos na gestão do consórcio e do equipamento de saúde. “É muito importante que todos os prefeitos possam estar unidos, pois a policlínica é um equipamento novo para nossa região, e que vai trazer muitos benefícios e o bem comum para a nossa comunidade”.

O Consórcio vai coordenar as atividades da Policlínica Regional de Saúde de Itabuna e vai atender os municípios consorciados: Almadina, Arataca, Barro Preto, Buerarema, Camacan, Canavieiras, Coaraci, Firmino Alves, Floresta Azul, Gongogi, Ibicaraí, Ibirapitanga, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itajú do Colônia, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Itororó, Jussari, Maraú, Mascote, Pau Brasil, Potiraguá, Santa Cruz da Vitória, Santa Luzia, São José da Vitória, Una, e Aurelino Leal.

A população destas localidades terá acesso a uma variedade de especialidades médicas, a exemplo de angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastrenterologia, neurologia, ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia/obstetrícia, mastologia e urologia. Diversos exames também serão oferecidos, com destaque para os seguintes: ressonância magnética, tomografia, mamografia, ultrassonografia com doppler, ecocardiografia, ergometria, mapa, holter, eletroencefalograma, entre outros.

Em paralelo à reunião dos prefeitos, os secretários vinculados ao Fórum Regional de Saúde dos municípios associados à Amurc também se reuniram para definir o roteiro do ônibus que levará os pacientes das cidades circunvizinhas até a policlínica. Os secretários municipais de saúde atuarão em conjunto com a gestão da policlínica, para analisar atendimento, cotas de exames, consultas e procedimentos de cada município consorciado.

Repórter: Daniel Thame


Cristo Redentor. Foto: Marchello74 / Shutterstock

Quem viaja para a Cidade Maravilhosa pensa logo em água de coco, as praias de Copacabana, Ipanema e Leblon, Pão de Açúcar e Cristo Redentor. Evidentemente todos são os passeios mais conhecidos da cidade. Porém, o Rio de Janeiro possui outros lugares paradisíacos.

Muitos turistas gostam de viver aventuras, como subir ao Corcovado a pé, chegar ao Cristo Redentor, tirar fotos e descer no trenzinho. Ou passar um dia na maior selva urbana do mundo, a Floresta da Tijuca. Mas quem gosta de praia, a boa notícia é que há mais de 60 praias na região, muitas das quais vale a pena conhecer.

Com certeza você já ouviu sobre a praia da Barra da Tijuca, ou a praia de São Conrado, onde é possível curtir o mar enquanto se observa as pessoas descendo em asa delta desde o alto da Pedra da Gávea. Saiba que existem outros paraísos para curtir!

Algumas praias podem ser vistas do alto do Cristo Redentor

Além das praias já mencionadas, outras praias maravilhosas para conhecer são:

  • Praia do Pepê. Fica na Barra da Tijuca e é a praia favorita dos famosos. Leva esse nome homenageando a Pedro Paulo Lopes, o campeão mundial de asa delta.
  • Praia da Joatinga. É possível chegar através de uma trilha, com ajuda de um guia ou uma pessoa do local. É preciso tomar cuidado, porque tem épocas que o mar fica perigoso.
  • Prainha. Se localiza numa área de proteção ambiental, na zona oeste do Rio de Janeiro, perto de Recreio dos Bandeirantes. É paradisíaca, com areia branca, águas cristalinas e ondas perfeitas para quem gosta de surfar.
  • Grumari. Perto de Prainha, também é ideal para quem gosta de fazer surf ou wind surf. Tem muita natureza em volta e não tem muitos banhistas. Ideal para curtir e relaxar.
  • Recreio dos Bandeirantes. É a praia que segue a Barra da Tijuca. Menos freqüentada que a Barra da Tijuca, porém com muitos banhistas que também amam o surf ou que gostam de nadar nas ondas.
  • Barra de Guaratiba. Também fica perto da Barra da Tijuca e é mais tranqüila, com areia branca e águas calmas. Um paraíso para quem quer curtir um dia inteiro de praia.
  • Praia da Macumba. É uma praia que possui grandes ondas; lugar ideal para os amantes do surf, que afirmam que é uma espécie de Havaí no Rio de Janeiro. Mesmo não sendo uma praia muito turística, possui b ares e infra-estrutura para beber e comer durante o dia.
  • Praia da Reserva. Como fica longe do centro da cidade e não há ônibus para ir até lá, é necessário alugar um carro. Vale a pena, porque como não é muito freqüentada justamente por causa da falta de transporte, é um destino ideal para passar um dia de praia num lugar de paz e sossego.


A nova edição do Projeto Feira na Praça vem com tudo em Itacaré. A Feira vai acontecer nos dias 23, 24 e 25 de maio, sempre a partir das 18 horas, na Praça São Miguel, com uma série de atrações e novidades.

O evento contará ainda com atrações musicais, apresentações teatrais, além de barracas com artesanatos, modas, bebidas e comidas de qualidade. Tudo com muita alegria, diversão, economia solidária, empoderamento feminino e diversidade. A realização é da Associação de Mulheres Empreendedoras de Itacaré.

A Feira na Praça de Itacaré já se consolidou como um evento turístico da cidade. E a cada edição fica ainda melhor, com novas opções de lazer, alimentação e de compras.

Anote aí;

Local: Praça São Miguel
Data: 23, 24 e 25 de Maio
Horário: a partir das 18h
Feira da Praça: um espaço para convivência harmoniosa!!