Os planos de saúde estão obrigados, a partir de hoje (14), a cobrir exames para detecção do novo coronavírus (SARS-CoV-2), que provoca a covid-19. A decisão, tomada ontem pela diretoria colegiada da Agência Nacional de Saúde Suplementar, prevê a cobertura para a pesquisa de anticorpos IgC ou anticorpos totais e foi publicada hoje no Diário Oficial da União.

Os exames poderão ser feitos nos pacientes com síndrome gripal ou síndrome respiratória aguda grave (SRAG) a partir do oitavo dia do início dos sintomas e também para crianças ou adolescentes com quadro suspeito de síndrome multissistêmica inflamatória pós-infecção pelo novo coronavírus.

Os planos de saúde, no entanto, não estão obrigados a cobrir os testes nos seguintes casos: RT-PCR prévio positivo para Sars-Cov-2; pacientes que já tenham realizado o teste sorológico, com resultado positivo; pacientes que tenham realizado o teste sorológico, com resultado negativo, há menos de uma semana; para testes rápidos; pacientes cuja prescrição tem finalidade de screening, retorno ao trabalho, pré-operatório, controle de cura ou contato próximo/domiciliar com caso confirmado; e para verificação de imunidade pós vacinal. (Agência Brasil)


Diferentemente das últimas três semanas, as agências da Caixa Econômica Federal não abrirão neste sábado (15) para saques do auxílio emergencial e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). As retiradas serão retomadas ao longo dos próximos dias, num calendário escalonado de pagamentos.

Em relação ao auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), o saque em dinheiro da quinta e última parcela para os inscritos no Bolsa Família começa nesta terça-feira (18). Até o próximo dia 31, cerca de 19 milhões de beneficiários retirarão cerca de R$ 15,2 bilhões, conforme o último dígito do Número de Inscrição Social (NIS).

Para os demais beneficiários, a Caixa depositará mais uma parcela do auxílio emergencial na segunda-feira (17), para cerca de 4 milhões de pessoas nascidas em setembro; na quarta-feira (19), para 3,9 milhões de nascidos em outubro, e na sexta-feira (21) para 3,7 milhões de nascidos em novembro.


O Governo do Estado da Bahia assinou nesta sexta-feira (14) um memorando de entendimento com o Grupo Nacional Biotecnológico da China – CNBG, responsável pela produção de duas vacinas contra o novo coronavírus, com o objetivo de inserir a Bahia e a região nordeste nos estudos clínicos de fase III que estão por ser conduzidos internacionalmente.

Confirmando os resultados positivos, um acordo comercial será estabelecido entre o Governo da Bahia, através da Bahiafarma e o CNBG para distribuição da vacina no país.

CNBG é uma das primeiras empresas chineses a começar a testar suas vacinas Covid-19 no exterior. É subsidiária do Grupo Farmacêutico Nacional Chinês (“SINOPHARM”), com negócios principais de fabricação, fornecimento, distribuição, pesquisa científica e desenvolvimento de produtos biológicos, incluindo vacinas, hemoderivados e outros produtos biológicos para prevenção, controle e tratamento de doenças na República Popular da China.

A vacina chinesa segue o tradicional modelo de emprego de vírus inteiro inativado. Os resultados preliminares dos estudos de fase I e II foram publicados na quinta-feira (13) em uma das mais importantes revistas médicas do mundo, JAMA (https://jamanetwork.com/journals/jama/fullarticle/2769612). De acordo com os estudos, essa vacina COVID-19 inativada teve uma baixa taxa de reações adversas e demonstrou ser capaz de gerar imunogenicidade.

A expectativa para o projeto a ser desenvolvido no Brasil é de incluir 9 mil participantes na pesquisa, distribuídos nos estados do nordeste, sendo 3 mil para a vacina A, 3 mil para a vacina B e 3 mil no grupo placebo. A previsão é que se tenha uma vacina pronta para o público antes do final do ano.

As autoridades chinesas estão ansiosas para mostrar que podem ajudar o mundo a superar uma pandemia que infectou milhões. Ser o primeiro a emplacar uma vacina global ajudaria muito nesse objetivo. Para a Bahia e para o Nordeste, ao mesmo tempo em que se busca reavivar a confiança e reativar a economia doméstica, o acesso preferencial à vacina chinesa poderá antecipar a redução do número de óbitos na população de risco e acelerar a retomada econômica.


Neste sexta-feira (14), o grupo responsável pela realização do réveillon Mil Sorrisos anunciou que a festa de Ano Novo em Barra Grande, na Península de Maraú está cancelada devido a pandemia do coronavírus. A informação foi confirmada, pelo empresário Omar Maluf, um dos sócios do evento.

Em 2020, a festa já tinha atrações de peso confirmadas como Gustavo Lima, Bell Marques, Pedro Sampaio, Saulo Fernandes, Dennis Dj entre outros. Porém, o grupo Mil Sorrisos projeta retorno do evento em 2021.

VEJA NOTA NA ÍNTEGRA

Infelizmente, decidimos por não realizar o Mil Sorrisos esse ano.

Nossa preocupação é a segurança e bem estar de todos envolvidos, clientes, comunidade e colaboradores. É muita responsabilidade e ato de respeito e carinho abdicar de um projeto lucrativo como esse nesse momento.

Precisamos muito do dinheiro, assim como todos os envolvidos. Mas antes de tudo, temos que pensar no risco e tudo aquilo que está em jogo.Não se aposta contra a vida. O Mil Sorrisos movimenta gente do Brasil todo. É difícil garantir, no universo que trabalhamos, que nenhum cliente carregará o vírus até a Península e isso se espalhará em progressões geométricas.

Enfim. O sorriso, nesse momento, está de baixo das máscaras, esperando o momento certo de voltar a brilhar. Nos recolhemos para zelar por todos. Ano que vem, estaremos de volta, com mais força, alegria e saudades.

A tristeza dá lugar a esperança de dias melhores. Que Deus, acima de tudo e de todos, nos resguarde nesse momento trazendo conforto àqueles que perderam entes queridos e àqueles que estão aflitos não enxergando uma luz no fim do túnel. Depois da noite sempre vem o dia e com ele uma nova oportunidade para sermos felizes e sorrirmos. Que a vida de todos se encha, não de mil sorrisos, mas de milhares e milhares de sorrisos.

Fonte: Barra Grande24h.


A Prefeitura de Itacaré já iniciou a 2ª e 3ª etapas das obras de requalificação urbana e fluvial da Avenida Castro Alves, a orla da cidade, com o objetivo de deixar ainda mais bonito um dos principais cartões postais do município. De acordo com o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, a obra faz parte do trabalho que já vem sendo implementado em todo o município de melhorias na cidade para garantir uma melhor qualidade de vida para os moradores e também o desenvolvimento do turismo.

A primeira etapa das obras já foi realizada, no trecho que vai do Posto São Miguel, no final da orla, até o farol da Concha, onde foi executada a pavimentação das ruas e passeios. Os serviços foram realizados através de emenda do ex-deputado federal Bebeto, com intervenção do deputado federal Márcio Marinho.

A 2ª etapa vai do Posto São Miguel até a praça São Miguel e faz parte de uma emenda do deputado federal Ronaldo Carleto, no valor de R$ 644.530,26. Já a 3ª etapa das obras será da Praça São Miguel até o Forte, através de uma emenda do deputado federal Nelson Pelegrino, no valor de R$ 366.322,84. Nesse primeiro momento estará sendo executado o passeio externo. O objetivo é que cada serviço iniciado seja concluído, de forma a ter funcionalidade imediata.

As discussões sobre o projeto foram coordenadas pelo então secretário de Desenvolvimento Urbano, Ademar Sá, que destacou, na oportunidade, que em ambas as etapas, 2ª e 3ª, estão previstos o alargamento e pavimentação em intertravado de concreto do passeio e calçada externa, construção de rampas de acesso à praia, recolocação dos paralelepípedos na via de circulação de veículos, revisão do sistema de drenagem, calçadão, ciclovia e canteiros gramados.


A marca mundial de cerveja, conhecida por seus laços com a praia e a natureza, visa inspirar a redescoberta do exterior por meio de uma nova plataforma de filmes e viagens, que inclui a reserva de mais de 14.000 quartos de hotel em todo o mundo e a oferta de tarifas com desconto para clientes em hotéis locais de propriedade independente.

Corona é sinônimo de praia e mundo natural. Após meses de confinamento, a marca quer reconectar as pessoas com o exterior, que agora está mais bonito do que nunca. Para trazer o mundo externo de volta e explorar a natureza com cuidado, a Corona está lançando uma plataforma de viagens chamada “Rediscover Paradise”. A nova plataforma tem como objetivo incentivar as viagens domésticas através do lançamento de um novo filme, além de parcerias com empresas de viagens locais para ajudar a apoiar o setor de turismo em dificuldades.


Levantamento feito pela Serasa mostrou que 67% dos trabalhadores entrevistados pretendem realizar o Saque Emergencial do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Desses, 52% devem usar os recursos para o pagamento de dívidas. A pesquisa mostrou que 59% dos entrevistados têm valores disponíveis de FGTS para saque.

De acordo com a Serasa Experian, entidade a qual está ligada a Serasa, isso indica maior consciência sobre a importância de manter o nome limpo perante as instituições financeiras mesmo durante o período da pandemia de covid-19.

“O saque emergencial de até R$ 1.045 vai desempenhar um papel muito importante na organização do orçamento das famílias brasileiras, que já encontram dificuldade com as despesas básicas do dia a dia, complicando ainda mais a vida financeira se estiverem com dívidas”, afirmou a especialista em Pesquisa e Comportamento do Consumidor da Serasa, Jéssica Vicente. A injeção de recursos do FGTS deve chegar a R$ 37,8 bilhões na economia, beneficiando cerca de 60 milhões de pessoas. *Com informações da Agência Brasil