O trabalho de aproximação com a comunidade e de apresentação dos serviços oferecidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura de Itacaré continua e na tarde desta terça-feira a equipe do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) realizou um encontro com mães e responsáveis por crianças e adolescentes beneficiados com o Bolsa Família e com o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI).

Durante o encontro foram realizadas dinâmicas e palestras sobre o PETI, uma iniciativa que visa proteger crianças e adolescentes, menores de 16 anos, contra qualquer forma de trabalho, garantindo que frequentem a escola e atividades socioeducativas. Os técnicos e assistentes sociais da Secretaria de Desenvolvimento Social chamaram a atenção para os riscos e prejuízos do trabalho infantil para as crianças e adolescentes e o objetivo principal do programa que é erradicar todas as formas dessa prática em Itacaré, através de um processo de resgate da cidadania e inclusão social de seus beneficiários.


Construídas com recursos próprios da Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, as duas novas pontes do bairro da Passagem serão inauguradas neste sábado, dia 22, às 9h30min. Além das pontes, também foram colocadas proteções nas laterais em volta do canal, garantindo a segurança dos moradores e deixando o bairro ainda mais bonito.


Ex prefeitos de Ubaitaba, Dário Meira e Barra do Rocha também não teriam prestado contas.

O ex-prefeito de Itacaré, Jarbas Barbosa (PSB), e o ex-presidente da Câmara de Vereadores de Itacaré, Edson Arantes – Nego (DEM), não prestaram contas do exercício de 2016 no prazo previsto em lei, segundo o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Todos devem sofrer punição por parte da corte de contas e serem denunciados pelo Ministério Público Estadual (MP-BA), por crime de improbidade administrativa.

Mais nove ex-prefeitos de municípios do sul e centro-sul da Bahia deixaram de prestar contas do exercício de 2016 no prazo previsto em lei, segundo o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

De acordo com o TCM, os ex-prefeitos sul-baianos que deixaram de prestar contas foram Jarbas Barbosa de Itacaré, Jorge Rodrigues, o Jorjão de Itajuípe, Alba Gleide de Almadina, Valnio Muniz de Jussari, Gilnay Santana de Ibicuí, Vera Franco de Barra do Rocha, Jackson Bomfim de Santa Cruz da Vitória, Fernanda Silva de Uruçuca, Asclepíades de Almeida, o Beda de Ubaitaba e João Sampaio de Dário Meira.

Além dos ex-prefeitos, os ex-presidentes das câmaras de vereadores de Itacaré (Edson Arantes, o Nego) e Ubatã (Fernando Fernandes) deixaram de fazer a prestação de contas atá o dia 31 de maio, prazo final.

De acordo com o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), em todo o estado, 39 ex-prefeitos, nove ex-presidentes de câmaras de vereadores e dois dirigentes de autarquias não cumpriram o que determina a lei.

O presidente do TCM, conselheiro Francisco de Souza Andrade Netto, alerta que, mesmo com atraso, os gestores ainda devem fazer a prestação de contas. Os gestores que não entregarem a documentação também serão punidos com a rejeição e multados depois da tomada de contas.

Fonte: Itacaré Informa


A Prefeitura de Ilhéus e o Governo a Bahia estudam a transferência do Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus – hoje administrado pela Infraero -, para o estado, atendendo a uma mudança natural que vem ocorrendo em diversos aeroportos brasileiros, em função as dificuldades financeiras da estatal e o do seu projeto de reestruturação que está em curso e prevê a redução no número de aeroportos administrados e de funcionários, também.
A mudança de concessionários é um caminho natural estrategicamente pensado pelo estado e pelo município, que estão em busca de investidores para a modernização do “Jorge Amado”, como já aconteceu com alguns dos principais terminais do país, a exemplo de Guarulhos (SP) e Galeão (RJ).


O prefeito de Itacaré e presidente da Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc), Antônio de Anízio, se reuniu nesta terça-feira, em Salvador, com os secretários estaduais de Desenvolvimento Rural, Jerônimo Rodrigues, e de Ciência, Tecnologia e Informação, José Vivaldo Mendonça, para solicitar investimentos para o município e também para as cidades que fazem parte do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável (CDS) do Território do Litoral Sul. O encontro contou ainda com a participação do deputado estadual Rosemberg Pinto (PT) e do secretário Desenvolvimento Urbano de Itacaré, Ademar Sá.


A nona edição do Chocolat Bahia – Festival Internacional do Chocolate e Cacau começa nesta quinta-feira (20) no Centro de Convenções de Ilhéus, Sul da Bahia. Com entrada franca, a expectativa de público é de 60 mil pessoas, superando os 50 mil registrados no ano passado. No pavilhão de feiras, os visitantes encontrarão estandes de mais de 80 expositores, sendo cerca de 30 marcas de chocolate de origem do Sul da Bahia e Amazônia. O evento também promove cursos de capacitação, debates sobre temas do setor, rodadas de negócios e palestras ministradas por especialistas internacionais.

A programação inclui workshops gratuitos de receitas à base de chocolate com renomados chefs do país. Um deles é Lucas Corazza, aclamado confeiteiro e jurado do reality show Que Seja Doce, do canal GNT. Visitas a fazendas produtoras de cacau, exposição de esculturas de chocolate e uma vasta programação cultural também integram o Chocolat Bahia.

Para Marco Lessa, idealizador do projeto e organizador do evento, o Festival é também uma forma de promover Ilhéus como polo chocolateiro e difundir a cadeia produtiva do cacau. “Temos, durante quatro dias, o maior evento profissional dessa área reunindo consumidores, especialistas e produtores, uma oportunidade para discutir a industrialização, a verticalização da produção e, consequentemente, a melhoria da qualidade das amêndoas de cacau selecionado e produto final elaborado”, pontua.

Com o objetivo de promover a visibilidade do chocolate de origem e fomentar os negócios da cacauicultura no país, o evento é uma iniciativa do Costa do Cacau Convention Bureau e Associação de Turismo de Ilhéus com o apoio do Governo do Estado da Bahia através das secretarias do Turismo, do Desenvolvimento Rural, de Agricultura, de Ciências Tecnologia e Informação e aporte financeiro do edital de Eventos Calendarizados, Fundo de Cultura da Bahia (Secretarias da Fazenda e da Cultura); assim como a Prefeitura Municipal de Ilhéus, Banco do Nordeste, Sebrae, Caixa Econômica Federal, entre outras instituições e conta com a realização da MVU Eventos. (Expressão Única)