Serão disponibilizados dois vôos diários para a capital Paulista.


O aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus, volta a operar no próximo dia 10. Não houve fechamento do terminal, mas com a parada da maioria dos vôos, devido a pandemia, o funcionamento foi interrompido. Para o retorno, estão previstos dois vôos diários para a capital paulista: saindo de Ilhéus 17:30 e chegando em Guarulhos, São Paulo 19:50. Outro vôo saindo de Guarulhos 14:40 chegando em Ilhéus 16:50. Fonte: O Tabuleiro.


O Ministério Público estadual requereu à Justiça que determine o fechamento dos estabelecimentos e a suspensão de todas as atividades comerciais não essenciais de Ilhéus, cuja reabertura foi estabelecida por decreto municipal pulicado nesta última segunda-feira, dia 1º. Em ação civil pública ajuizada hoje, dia 3, o promotor de Justiça Pedro Nogueira Coelho solicita decisão liminar que suspenda os efeitos do decreto. Conforme a ação, a reabertura deve estar condicionada a cenário epidemiológico favorável, com disponibilidade regular dos leitos de UTI existentes no município, estabilização do número de casos ativos, diminuição da taxa de letalidade do coronavírus, redução contínua da taxa de infecção diária e aumento do índice de isolamento social local. Segundo o promotor, os dados sobre pandemia em Ilhéus mostram que o cenário segue desfavorável, ao contrário do que alega estudo técnico apresentado pelo governo municipal para fundamentar o decreto.


 

O Boletim Municipal Diário da Prefeitura de Itacaré, divulgado nesta quarta-feira (03), apontou mais um caso confirmado de Covid-19 na cidade. 

Mais um novo caso de Covid-19, foi confirmado no final da tarde desta quarta-feira (03), pela prefeitura municipal de Itacaré, através da secretaria de Saúde.

De acordo com novo boletim epidemiológico divulgado, Itacaré agora tem 31 casos confirmados, sendo 09 curados, 02 óbitos, zero aguardando resultados, 141 casos notificados, 113  casos descartados, 189 em monitoramento, 459 liberados.


O Brasil vai começar, a partir desse mês, os testes da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford. A autorização foi publicada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) dessa terça-feira (2).

Segundo o Metrópoles, cerca de 2 mil pessoas serão voluntárias para o estudo, que será conduzido pelo Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE), da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

A primeira etapa vai envolver a seleção de mil voluntários, que vão receber a imunização. Esses voluntários têm de ser profissionais que estão na linha de frente do combate à Covid-19 no estado, porque eles estão mais expostos à contaminação. A única condição é ser soronegativo – não ter contraído a doença ainda.

“O mais importante é realizar essa etapa do estudo agora, quando a curva epidemiológica ainda é ascendente e os resultados poderão ser mais assertivos”, disse Lily Yin Weckx, coordenadora do CRIE-Unifesp, em comunicado à imprensa.(Bahia Notícias)


Prefeito da cidade com maior incidência de transmissão da Covid-19 na Bahia, Uruçuca, no sul do estado, Moacyr Leite Júnior teme pelo agravamento da situação caso ocorra logo a reabertura do comércio em Itabuna e Ilhéus. As duas cidades têm juntas quase mais de 1,6 mil casos de novo coronavírus, encabeçando os primeiros lugares no interior, 981 e 623 casos, respectivamente, conforme a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).

Leite Júnior chamou de temeridade a volta das atividades comerciais nas cidades vizinhas de maior porte. “Eu acho isso uma temeridade. Se o comércio começar a reabrir em Itabuna e Ilhéus, a tendência é que as pessoas que moram em Uruçuca vão para essas cidades fazer compras. Compra eletrodomésticos, celulares. Fatalmente a probabilidade de elas voltarem com coronavírus vai ser alta”, disse o prefeito em live do Bahia Notícias nesta quarta-feira (3).


O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, publicou o Decreto 593 prorrogando por mais 15 dias os efeitos do decreto nº 585, de 13 de maio de 2020, com as alterações dispostas no Decreto nº 590, que tratam, dentre outras medidas, da aplicação do toque de recolher, fechamento das barreiras à noite e ainda define o funcionamento das atividades consideradas essenciais. As medidas tem como principal objetivo garantir a saúde pública, evitar a proliferação do coronavírus e conscientizar a comunidade para que todos se juntem nessa luta contra o Covid 19. Confira o decreto completo Aqui.

De acordo com o prefeito Antônio de Anízio, o Brasil e em especial Itacaré atravessam momentos difíceis de contágio do coronavírus e para evitar a proliferação é preciso que todos sigam as normas de segurança, usem máscaras, álcool gel e, principalmente, que fiquem em casa. O decreto determina o toque de recolher das 21 horas até as 05 da manhã, prevê o fechamento das barreiras sanitárias e o acesso à cidade à noite e garante o funcionamento apenas dos serviços considerados essenciais, que são as atividades indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade.

Conforme o decreto, fica proibida a circulação de pessoas nas vias públicas à noite, com exceção dos profissionais de segurança pública, de saúde, bem como pessoas em situação de urgência ou emergência médica e a quem estiver prestando socorro. A barreira sanitária situada no quilômetro 06 será fechada das 22 horas às 06 da manhã, sendo permitido o trânsito de profissionais de segurança pública, de saúde, bem como pessoas em situação de urgência ou emergência médica e também a quem estiver prestando socorro.


A população tomou as ruas do comércio de Ilhéus durante o primeiro dia da nova fase de abertura do comércio. A partir desta quarta-feira (3) uma nova seção de atividades comerciais, inseridas na Zona Branca, estão aptas para retomar o funcionamento.
As ruas do centro da cidade ficaram completamente lotadas e alguns princípios de aglomerações chegaram a ser relatados. A prefeitura deverá monitorar o avanço dos casos do coronavírus na cidade para planejar as próximas fases da reabertura.


As atividades que retornaram hoje incluem as listadas na Zona Branca, consideradas como de baixo risco, são elas:
• Lojas de artigos esportivos e afins;
• Lojas de artigos para casa, tecidos e aviamentos;
• Joalheria e relojoaria;
• Loja de vestuário, acessórios, calçados e afins;
• Lojas de móveis e colchões;
• Agência de turismo e afins;
• Concessionárias e revendas de veículos automotores;
• Perfumaria e higiene pessoal;
• Restaurantes e lanchonetes sem consumo de bebida alcoólica no local;
• Lojas de suplementos alimentares e produtos naturais;
• Antiguidades e objetos de arte;
• Comércio varejista de bicicletas e triciclos, peças e acessórios.

Fonte: Ilhéus24h